Assaltante ameaça arrancar a cabeça da vítima se for denunciado

Compartilhe:

Marília teve noite violenta, com três assaltos

Um desempregado de 36 anos perdeu os únicos R$ 20,00 que ganhou no dia, limpando calçadas, para um assaltante, ontem à noite em Marília. E pior que isso: acabou sendo agredido e ainda ameaçado de morte: "se você me denunciar eu sei onde você fica, vou te dar umas facadas, arrancar a sua cabeça".

A vítima estava voltando para casa, na região do bairro Palmital (zona norte) quando foi surpreendida por dois criminosos. Um deles, que seria conhecido como "diabo loiro", puxou uma faca que trazia na cintura e exigiu todos os seus pertences.

O desemprego até tentou alegar que não tinha nenhum dinheiro. Mas, quando o assaltante mandou ele colocar os bolsos para fora da calça, caiu a única cédula que tinha (os 20 reais). Aí o homem ficou furioso, desferindo-lhe dois socos no peito. Depois, ambos fugiram, mas antes o tal "diabo loiro" fez as ameaças. 

Mais dois assaltos

Os outros dois roubos foram bem semelhantes e ocorreram durante a madrugada de ontem: as vítimas estavam voltando para casa quando foram rendidas.

No primeiro caso, uma mulher de 40 anos contou aos policiais militares que estava voltando para cada depois de uma festa. Na altura da rua Capitão Salomão, no Jardim Planalto, dois criminosos (um deles armado com uma faca) lhe atacaram por trás e a jogaram no chão, roubando o celular e mais R$ 60,00. Algumas características foram apresentadas à PM.

Já no bairro Alto Cafezal, um homem de 60 anos, relatou que já estava chegando em casa quando um homem moreno, de cavanhaque, lhe deu uma "gravata", socos e o empurrou contra um muro. Em seguida, levou sua carteira (contendo cartões e documentos), além do celular.

Os três casos agora serão investigados pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais).

Receba nossas notícias no seu celular: Clique Aqui.
Envie-nos sugestões de matérias: (14) 99688-7288

Desenvolvido por StrikeOn.