Quem Somos | Politicas de Privacidade | Termos de uso | A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 18/08/2023 às 09:15

Mutirão do Procon de Marília renegocia quase R$ 4,7 milhões em dívidas

Foram mais de 500 atendimentos em apenas 15 dias

O Procon de Marília, órgão de Defesa do Consumidor, divujgou o balanço oficial do Mutirão Renegocia, realizado entre 24 de julho a 11 de agosto. Nesse período, foram realizados 514 atendimentos possibilitando acordos para acabar com uma dívida de aproximadamente R$ 4,7 milhões (R$ 4.635.914,30).

“Ações como essas, como do Mutirão Renegocia são importantes, pois diversifica as inúmeras frentes de trabalho empregado pelo Procon de Marília para atender aos consumidores e à população da cidade”, afirmou o diretor do órgão, Guilherme Moraes. 

Segundo ele, inúmeros casos os débitos foram quitados com até 90% de descontos e, em outros os acordos, permitiram finalizar dívidas com 80% de abatimento.

O programa

O Renegocia foi um mutirão de negociação de dívida que teve como objetivo a prevenção do superendividamento e auxílio aos consumidores na negociação de suas dívidas, sempre de forma mais acessível.

A iniciativa visou evitar o superendividamento da população e os acordos mínimos partiram de dívidas no valor de R$ 600.

O mutirão abrangeu dívidas de diferentes fontes, como instituições financeiras, empresas de telefone, água, energia elétrica e o órgão de Defesa do Consumidor assegurou todo o suporte para que o consumidor optasse pelas melhores formas de acordo.

 

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn

Este site utiliza cookies para otimizar a sua experiência de navegação. Ao continuar navegando, consideramos que você está de acordo com a nossa Política de Privacidade. Para mais informações, clique aqui.