A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 18/10/2020 às 11:02

Lideranças lamentam morte de delegado da DIG de Marília

O corpo do delegado Valdir Tramontini será sepultado logo mais às 15h. Ele chegou a ser destaque até no futebol de várzea.

Uma perda muito grande para segurança pública de todo o Estado de São Paulo. Dr. Valdir Tramontini foi sem dúvidas uma referência de ser humano e profissional para todos os seus companheiros da Polícia Civil de Marília e toda nossa região. Nosso muito obrigado pelos serviços prestados. Que Deus conforte todos os amigos e principalmente os familiares”, afirmou o prefeito de Marília, Daniel Alonso, ao comentar a morte do delegado da DIG, ocorrida ontem à noite. 

O delegado foi responsável pelo esclarecimento de casos complexos e de repercussão nacional.

Como o chefe do Executivo mariliense, dezenas de outras lideranças e pessoas conhecidas deixaram mensagens nas redes sociais, lamentando o ocorrido. 

O delegado, de 56 anos, morreu ontem à noite, em casa, na cidade de Garça. Segundo relatado, a equipe de resgate do Corpo de Bombeiros recebeu um chamado para atendimento por volta das 19:00 h. 

Os Bombeiros chegaram à UPA levando o delegado e, durante 30 minutos, os socorristas tentaram reanimá-lo, o que, infelizmente, não aconteceu.

 

Velório e sepultamento

Marília e Garça decretaram luto oficial pela morte. O corpo está sendo velado desde às 7h deste domingo, na sala 3 do Velório Municipal de Garça. 

Em virtude de medidas preventivas contra o novo coronavírus, estão sendo distribuídas senhas, sendo  permitida a entrada de apenas 12 pessoas por vez à sala. O delegado pretendia tirar férias, após sobrecarga de trabalho na DIG, que deveria começar na próxima semana.

 

Destaque no esporte

Além de sua atuação no combate à criminalidade, tanto em Garça como Marília, resolvendo casos complexos e crimes de repercussão nacional, Valdir Tramontini era um apaixonado pelo esporte.

Valdir Tramontini, nos bons tempos do futebol amador de Garça.

De acordo com uma matéria postada no "Blog do Marcão", radialista conhecido no meio esportivo da vizinha cidade, Tramontini começou a se destacar como goleador ainda no tempo do "terrão" (futebol de várzea), quando comandava o ataque de equipes tradicionais à época. 

"O tempo foi passando e ele sempre em atividade, nunca esquecendo o caminho das redes adversárias. Atuando normalmente e marcando em quase todas as partidas que está em campo, ele é um goleador nato. Nosso `Destaque Esportivo´ é Valdir Tramontini e a sua incrível vocação de marcar gols ao longo das décadas", diz o texto.

Ainda muito jovem, Tramontini começou a defender o Flamengo de vila Rebelo, nos extintos campeonatos que tanto sucesso fizeram nos anos 70. “Nós fundamos o Flamengo e ele já veio jogar com a gente. Ele ficou um três anos e sempre ficava brigando comigo”, diverte-se Gilberto Aguiar, o Betão, o seu treinador nos áureos tempos do Rebelão .

“Ele era meio polêmico, gostava de jogar com uma fitinha amarrada na cabeça. Depois que a gente foi para o amador, ele preferiu ficar no futebol suíço”, recordou o grande amigo.

Defendendo o Flamengo, no municipal master de 2009.

Talvez prevendo que o seu futuro no futebol garcense fosse mesmo no suíço, Valdir Tramontini defendeu, inicialmente, o Independente – nenhuma ligação com a agremiação homônima que integra atualmente o suíço -, quando se tornou bicampeão em 1982/83. Na Fitotécnica, outro grande time da história, também deixou a sua marca, com a conquista de 1986.

Os compromissos profissionais, como delegado o afastaram por algum tempo do futebol garcense. Porém, o seu nome continuou ligado a uma característica que o consagrou: a artilharia dos certames que disputou.

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn