A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 13/10/2020 às 12:10

Ação criada por namorado de universitária morta arrecada 800 brinquedos

A ação social criada pelo namorado de Mariana Bazza, a universitária que foi morta em Bariri em setembro de 2019, arrecadou mais de 800 brinquedos que foram distribuídos para crianças em dois bairros da cidade na segunda-feira (12).

Um dos bairros que recebeu os voluntários da ação “Por onde for, floresça” foi o Livramento, local onde a jovem morava com a família. “A Mariana sempre gostou muito de crianças e no bairro tem muitas. Então, é uma forma de retribuir todo o bem que ela me fez”, conta Jefferson Viana.

Para essa ação no Dia das Crianças, o projeto teve uma parceria com outra iniciativa social que recebeu o nome de “Covid não impede um sorriso”

Foram doados 800 brinquedos que ser?o distribu?dos no Dia das Crian?as em Bariri  ? Foto: Jefferson Viana/ Arquivo pessoal

ação “Por Onde for, floresça” foi criada com a intenção de fazer uma grande festa para as crianças no dia do aniversário da jovem, dia 12 de abril. Porém, por conta da pandemia, o evento precisou ser adiado para evitar aglomerações. Assim, ao invés de um evento do Dia das Crianças, os voluntários decidiram fazer a entrega dos brinquedos.

A??o social foi criada com objetivo de homenagear Mariana no dia do anivers?rio dela  ? Foto: Divulga??o

Ele conta que criar o projeto social foi a forma que encontrou para homenagear a namorada e também se recuperar da dor da morte dela.

O nome da ação é a frase que Mariana tinha tatuada em um dos braços. “Quero que ela se sinta orgulhosa e feliz que estou tentando manter a essência dela, que era de levar o sorriso onde quer que ela fosse”, diz Jefferson.

Volunt?rios embalaram 800 presentes que ser?o entregues para crian?as de dois bairros em Bariri ? Foto: Jefferson Viana/ Arquivo pessoal

Entenda o caso: Mariana desapareceu após sair da academia onde frequentava, em Bariri, no dia 24 de setembro de 2019, e receber ajuda de Rodrigo Pereira Alves, condenado pelo crime, para trocar o pneu do carro. Ela foi encontrada morta um dia depois em uma área de canavial em Ibitinga.

Rodrigo foi condenado a 40 anos de prisão por latrocínio, estupro e ocultação de cadáver.

Mariana Bazza, de 19 anos, foi encontrada morta em canavial ap?s desaparecer em Bariri ? Foto: Facebook/Reprodu??o

(Fonte: G1)

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn