A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 13/10/2020 às 18:00

Conheça o Crashcode: Mensagens que podem travar o WhatsApp, e aprenda a recuperar seu smartphone

O aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp dominou por completo alguns mercados como o europeu e brasileiro, se tornando parte importante da comunicação dos cidadãos e empresas em todo o país.

Hoje, mantemos o contato com a família, fazemos um pedido em um restaurante e fechamos negócios através do aplicativo. Por isso, não é de se surpreender que o app tenha se tornado alvo de hackers e malfeitores que buscam formas de atacar os usuários usando o aplicativo.

Nos últimos meses, circulam nas redes mensagens que são capazes de congelar permanentemente o WhatsApp dos usuários, e pior, em alguns celulares, chegam a travar todo o dispositivo. É importante conferir como elas funcionam e aprender a restaurar o acesso ao aparelho para se proteger desse tipo de ataque, enquanto a equipe de suporte do WhatsApp ainda não emite uma atualização que previna o problema.

É importante destacar que embora seja possível restaurar o acesso ao aparelho, isso não quer dizer que não estamos vulneráveis à falhas de segurança que são capazes de roubar os dados pessoais através das redes de internet conectadas em nosso aparelho.

Para quem possui conteúdo privado ou profissional no smartphone, é importante fazer o download de uma VPN e mantê-la atualizada no aparelho.

 

Crashcode - As mensagens fatais

 

A primeira coisa que nos passa pela cabeça ao pensarmos nesse tipo de ataque é “como algo tão simples como uma mensagem de texto é capaz de inutilizar um aparelho?” a resposta é que embora mensagens sejam relativamente simples aos olhos dos usuários, muitas tecnologias precisam funcionar por trás das cortinas para exibi-las.

Por exemplo, como garantir que caracteres de todas as línguas existentes sejam visíveis em todos os celulares? Através do processamento Unicode, um conjunto de linguagem para dispositivos eletrônicos que codifica desde as letras que estamos acostumados até alfabetos árabes e japoneses, grego antigo, símbolos matemáticos, símbolos de programação, e emojis.

O celular também precisa calcular como a mensagem deve ser exibida na tela, em que momento separar as linhas, qual fragmento de texto exibir na notificação, como mostrar símbolos especiais como emojis de bandeiras e pré-visualizar miniaturas de sites e links.

Com tudo isso, hackers são capazes de formular imagens extremamente esquisitas que abusam do processamento do aparelho, geralmente fazendo com que o dispositivo fique preso em um loop tentando processar infinitamente alguma instrução.

Algumas mensagens abusam do mecanismo de contatos, fazendo o celular tentar carregar um contato com dados infinitos. Outras, deixam o WhatsApp confuso quanto à posição de alguns caracteres especiais em árabe na tela, travando o aplicativo. Essas mensagens “bomba” podem chegar ao ponto de travar completamente o aparelho, uma vez que o processador se torna ocupado demais.

Prevenindo o ataque e recuperando o aparelho

 

Se você ainda não foi vítima de uma mensagem explosiva, a melhor forma de prevenção é sair de grupos desconhecidos, não publicar seu telefone na internet, e bloquear contatos suspeitos. No entanto, ainda não existe mecanismo 100% eficiente para evitar que alguém lhe envie uma mensagem desse tipo.

Se você já foi acometido pelo ataque, e está sem acesso ao WhatsApp, a melhor solução é abrir o aplicativo de Configurações, buscar pelo Gerenciador de Aplicativos, e no WhatsApp escolher as opções “Limpar dados” e “Limpar cachê”. Infelizmente, o processo irá apagar todas as mensagens do aplicativo. Restaure um backup recente caso necessite de algum conteúdo perdido.

Se o aparelho estiver travando por completo, impossibilitando o acesso ao aplicativo de configurações ou até mesmo a remoção do WhatsApp, será necessário restaurar o sistema às opções de fábrica.

Esse processo irá remover todos os dados e aplicativos do aparelho, então copie dados importantes do cartão de memória  antes de começar. 

 

Os riscos do WhatsApp

 

Além do Crashcode, o aplicativo tem sido usado para os mais diversos ataques, até mesmo tentativas de golpe estão sendo feitas através do mensageiro.

Além disso, o aplicativo continuamente adiciona mais recursos, como localização e potencial sistema de pagamentos, então precisamos de cuidados redobrados quanto à segurança de nossos dados pessoais nesse tipo de rede social.

Os celulares podem ser tão vulneráveis à vírus e ameaças quanto nossos computadores tradicionais.

Esses cuidados são ainda mais importantes para pessoas mais velhas, atualmente quase 100% dos idosos usam o WhatsApp e Facebook, expondo-os à diversas tentativas de golpe.           

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn