A C-Mask, uma máscara inteligente, que além de proteger é capaz de amplificar vozes, transcrever ditados e traduzir o que se diz em 8 idiomas diferentes. Desenvolvida por uma empresa japonesa, a Donut Robotics, para melhorar a comunicação entre funcionários de companhias aéreas e funcionários de supermercados durante a pandemia de COVID-19,  estarão disponíveis no mercado já em setembro.

A máscara, que é conectada por Bluetooth ao telefone do usuário, é capaz de traduzir japonês para chinês, coreano, vietnamita, indonésio, inglês, espanhol e francês.

A tecnologia foi inicialmente desenvolvida com base em Inteligência Artificial para o robô “Cinnamon”, para ajudar os viajantes internacionais no aeroporto.

Como a maioria dos aeroportos do país foi forçada a fechar após os surtos de coronavírus, a empresa aplicou seu software a máscaras, para que os trabalhadores da indústria e os prestadores de serviços de saúde pudessem falar mais claramente por trás das barreiras protetoras de vidro e revestimentos faciais.

É esperado que cada uma das máscaras custe entre US $ 40 e US $ 50 – algo em torno de R$ 250 reais.  A empresa também espera expandir sua distribuição no exterior para o Reino Unido e os EUA até abril de 2021.