A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 11/05/2020 às 17:10

Governo reafirma que isolamento abaixo dos 55% não terá flexibilização

  • Lojas da rua São Luiz e, no destaque, os últimos índices de isolamento social em Marília

Marília só conseguiu atingir este índice duas vezes em mais de dois meses de monitoramento

A flexibilização da quarentena em Marília continua bem longe de se tornar realidade pelo menos após o novo recado dado nesta segunda-feira pelo governador João Doria na coletiva de imprensa. Ele garantiu que o retorno das atividades econômicas dificilmente vão ocorrer naqueles municípios que não conseguiram atingir o mínimo de 55% de isolamento social. A quarentena foi prorrogada até o dia 31 de maio.

De acordo com o Sistema de Monitoramento Inteligente do Governo de São Paulo (central de inteligência que analisa os dados de telefonia móvel para indicar tendências de deslocamento e apontar a eficácia das medidas de isolamento social), em 66 dias de acompanhamento Marília só conseguiu atingir este índice em duas ocasiões (nos dias 10 e 19 de abril, respectivamente feriado e um domingo), nunca conseguindo atingir uma quantidade maior de pessoas em casa. 

Rua Coronel Galdino no começo da tarde desta segunda-feira. Muitas lojas fechadas ou "meia porta".

No levantamento do último domingo (dia 10 de maio), por exemplo, enquanto que Marília estava em 47%, a média estadual foi de 53%. No momento, há acesso a dados referentes a 104 cidades maiores de 70 mil habitantes.

O sistema é viabilizado por meio de acordo com as operadoras de telefonia Vivo, Claro, Oi e TIM para que o Governo de São Paulo possa consultar informações agregadas sobre deslocamento no Estado.

Acompanhe o gráfico de isolamento social em Marília desde o início do levantamento

De acordo com levantamento da Secretaria da Fazenda, há 80 atividades em pleno funcionamento e que 74% dos estabelecimentos mantêm as inscrições estaduais ativas.

Setores como agronegócios e construção civil estão liberados a funcionar, assim como o comércio e serviços considerados essenciais.

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn