A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 23/03/2020 às 17:32

Comércio de Marília sofre "prejuízo monstruoso", afirma ACIM

  • Situação nesta tarde no estacionamento do Marília Shopping

Nesta segunda-feira, no segundo dia "útil" (para a maioria dos lojistas) da quarentena de 15 dias, determinada pela Prefeitura para combate ao coronavírus, o comércio de Marília já acumula um "prejuízo monstruoso", afirmou agora à tarde o superintendente da ACIM, José Augusto Gomes. Ele não arrisca fazer uma estimativa financeira, mas enfatiza que são "muitos milhões".

O portal Visão Notícias percorreu nesta tarde algumas áreas da cidade e o ambiente um grande vazio. Ruas que normalmente apresentavam grande movimento, como a Coronel Galdino, São Luiz e XV de Novembro, mais pareciam um "domingo".

Portas fechadas, quase ninguém nas calçadas e poucos carros circulando. As Casas Bahia, por exemplo, que trabalhou internamente, preferiu não arriscar: colocou um segurança do lado de fora para evitar o risco de assaltos. No Marília Shopping uma cena rara: os estacionamentos vazios.

Prejuízo grande

A diretoria da Associação Comercial e Industrial de Marília está reunida quase que de forma permanente. "Cada vez que surge uma medida nova a gente tem que fazer uma avaliação rápida e orientar os associados", explicou José Augusto Gomes.

Hoje, por exemplo, analisavam a medida provisória que permitia a suspensão do contrato de trabalho por até quatro meses sem salário. Mas, à tarde esse dispositivo foi revogado pelo presidente Bolsonaro.

Sem poder questionar os decretos do município e do Estado, a ACIM cobra agora um posicionamento das três esferas governamentais (Município, Estado e União) sobre a cobrança de impostos já que, sem vender, o prejuízo tem sido muito grande. Além disso, uma informação mais prática de como serão as linhas de crédito para amenizar toda essa situação.

Fiscalização

Quanto a fiscalização das medidas contidas nos decretos baixados pelo prefeito Daniel Alonso, a assessoria de imprensa da Prefeitura informou no final da tarde que as equipes Setor de Fiscalização "estão divididas por todas as regiões da cidade fazendo a conferência do cumprimento do mesmo".

Sobre as eventuais denúncias de descumprimento, a Prefeitura informou que poderão ser feitas para a Ouvidoria Geral do Município através dos telefones 99855-1997, 99846-7444, watsapp 99799-6361 ou e-mail ouvidoria@marilia.sp.gov.br

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn