A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 06/03/2020 às 21:00

Suplente de vereador que causou a morte de duas pessoas em acidente é flagrado com CNH suspensa

  • O suplente de vereador sorri ao ser flagrado durante a fiscalização de trânsito da PM hoje em Pompeia

Em vez de justificar as infrações cometidas, ele preferiu fazer ameaças ao jornalismo do Visão Notícias.

O suplente de vereador em Pompeia, Claudinei Borges dos Santos, conhecido como "Diney", que cumpre pena condenado por causar a morte de duas pessoas acusado de embriaguez ao volante (na época também não era habilitado), foi flagrado hoje pela Polícia Militar numa situação curiosa: mesmo estando impedido judicialmente de dirigir estava na porta de uma escola com o seu carro. Ele acabou sofrendo duas multas e só teve o veículo liberado após a chegada de sua esposa

Agora à noite (21h20), em vez de apresentar uma justificativa às infrações de trânsito que cometeu, Claudinei enviou mensagens (em áudio e texto) ameaçando o jornalista responsável pela matéria: "eu vou prá cima de você, vagabundo", afirmou. Todos os áudios estão devidamente arquivados e serão encaminhados ao departamento jurídico para avaliação e tomada de providências.

Matéria atualizada às 21h20

O acidente ocorreu em julho de 2012, na rodovia SP-294, em Quintana, e resultou nas mortes do porteiro Fabrício Aparecido Barnabé dos Santos, 27 anos, e do seu enteado,  Alessandro Silva Souza Filho, de 9 anos (ambos também de Pompeia). Na época, Claudinei Borges dos Santos dirigia um carro Voyage com mais cinco ocupantes.

Ele teria feito uma manobra irregular na pista, provocando uma colisão traseira envolvendo uma caminhonete, placas de Bauru. O acidente resultou nas duas mortes (passageiros do Voyage dirigido por Claudinei), além de sete feridos.

A Polícia Rodoviária Estadual apurou na época que o motorista não era habilitado e dirigia sob efeito de álcool. O carro também estava com os pneus "carecas".

Condenação

Na época, o caso teve grande repercussão na imprensa, inclusive nacional. O processo tramitiu durante cerca de sete anos até que a sentença não tivesse mais recurso (transitada em julgado).

A pena chegou a três anos e nove meses e, diante disso, mesmo o suplente de vereador tivesse tirado a sua habilitação durante esse período, a justiça decidiu que a sua CNH estaria suspensa até o cumprimento final da pena.

Mas, nesta sexta-feira, Claudinei Borges dos Santos foi flagrado pela Polícia Militar dirigindo novamente.

Ele parou próximo de uma escola em Pompeia, justamente no momento em que a Polícia Militar realizava uma fiscalização especial para orientar os pais sobre não formar fila dupla e outras infrações de trânsito.

De acordo com a PM, foram aplicadas duas multas: uma porque ele não portava o documento no momento da fiscalização e a outra em virtude da CNH estar suspensa por ordem judicial.

O veículo só foi liberado após a chegada de uma pessoa devidamente habilitada, ou seja, a sua esposa. 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn