A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 19/02/2020 às 20:12

Mãe 'reencontra' filha morta com ajuda de realidade virtual

Para muitos de nós, o luto é uma parte devastadora da vida, porém inevitável. E quando uma criança morre é algo ainda mais difícil de lidar. Mas uma mãe na Coreia do Sul tem usado a realidade virtual para ajudá-la após a morte da filha dela de 7 anos.

A terceira filha de Jang Ji-sung, Na-yeon, morreu repentinamente há quatro anos de um distúrbio incurável do sangue. Uma equipe de produção de TV passou oito meses recriando uma imagem tridimensional de Na-yeon.

Eles usaram a tecnologia de captura de movimento para gravar os gestos de uma atriz infantil - que mais tarde foram usados ​​para recriar os movimentos de Na-yeon. Também foi reproduzida a voz de Na-yeon.

Os produtores também criaram um parque virtual onde as duas se encontram, com base em um que elas visitaram na vida real.

O documentário, chamado "Meeting You" (Encontrando Você, em tradução livre), estreou em uma grande rede de TV, a MBC, e foi assistido por milhões de sul-coreanos. A cena mais emocionante é quando mãe e filha "se reencontram".

A recriação virtual de Na-yeon chega até Jang Ji-sung dizendo: "Mãe, por onde esteve? Você pensou em mim?"

Ela soluça enquanto tenta abraçar a imagem da realidade virtual de Na-yeon enquanto a equipe de produção de TV assiste.

Imagem divulgada para a imprensa mostra a equipe testando o equipamento de realidade virtual antes das filmagens

O documentário provocou um debate sobre as implicações morais e psicológicas de poder "encontrar" entes queridos mortos.

Enquanto alguns acham que isso provoca uma catarse, outros acham que isso poderia impedir as pessoas de seguir em frente com suas vidas. A MBC foi acusada por alguns por explorar os sentimentos da mãe de luto.

Mas Jang Ji-sung disse que a ajudou. Após a morte da filha, ela tatuou o nome de Na-yeon em seu corpo e colocou fotos da filha falecida em todos os lugares da casa. Ela usava um colar com as cinzas dentro.

Usando sistema de realidade aumentada, Ji-sung observa Na-yeong deitada na cama antes de dormir

Nos sonhos dela, conta a mãe, Na-yeon poderia parecer triste, mas neste encontro virtual ela está sorrindo.

Psicólogos disseram que a experiência de Ji-sung pode ajudá-la a lidar com o trauma de perder uma filha de maneira prematura.

No final do filme, Na-yeon dá uma flor à mãe e depois se deita dizendo que está cansada. Ela diz que sempre amará a mãe. As duas se despedem e Na-yeon dorme. Ela é então transformada em uma borboleta branca e voa suavemente.

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn