A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 16/10/2019 às 17:35

Polícia Civil esclarece homicídio na região e prende acusado

Motivo foi crime passional, mas envolvendo duas famílias. Primeiro suspeito descobriu a tradição e prometeu vingança. Mas, quem matou a vítima foi o filho da madastra de outro caso extra-conjugal.

Foi um verdadeiro "conto policial". Um homem que levantou ódio em duas famílias pelo mesmo motivo: relacionamento extra-conjugal com diferentes mulheres. Acabou morto.

Mas, aí o desafio para a Polícia Civil: descobrir qual dos casos houve esse desfecho. Um suspeito chegou a ficar preso por alguns dias até o rumo das investigações mudar completamente.

Loteamento onde a vítima foi encontrada assassinada

Toda essa situação ocorreu na cidade de Herculândia (a 60 km de Marília) e que só terminou hoje, depois que a Polícia Civil anunciou a prisão do responsável pela morte do vendedor Anísio dos Reis, conhecido como "Mineiro", de 52 anos, o protagonista e vítima dessa história.

O crime ocorreu na última sexta-feira (11), em um loteamento na cidade. Segundo a polícia, a vítima () foi atraída pelo acusado até ao local, sob o pretexto de que estaria interessado em comprar um terreno

Os dois acabaram discutindo e o autor golpeou três vezes a vítima com uma faca, atingindo o tórax e o pescoço. Em seguida fugiu.

Dois suspeitos

A Polícia chegou a prender um primeiro suspeito, também pelo fato de acreditar que a sua esposa estava tendo um caso com a vítima e, por isso, pretendia matá-los. 

Mas, o rumo das investigações mudou até chegar ao verdadeiro acusado pelo crime que mora em Lucélia que fica a 77 km de Herculândia.

Familiares de Anísio prestaram informações importantes, sendo possível identificar a mulher com quem a vítima efetivamente mantinha um relacionamento extraconjugal há um certo tempo e que morava em Lucélia. 

Foi apurado também que o filho do marido dessa mulher teria visto mensagens no celular da madrasta e ficado indignado com o fato, levando-o a planejar a morte.

Ele foi preso e confessou o crime. Os dados do acusado não foram divulgados pela Polícia Civil. Com isso, o primeiro suspeito de pretender matar Anísio foi colocado em liberdade.

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn