A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 04/06/2018 às 19:10

Cracolândia: Prefeitura, polícias Civil e Militar falam do problema. Projeto cultural é uma saída

  • Local é frequentado durante todo o dia por dezenas de pessoas.

A matéria divulgada nesta manhã, pelo portal Visão Notícias, sobre a criação de uma "cracolândia" na antiga estação ferroviária de Marília, bem no centro da cidade, repercutiu junto à população, com dezenas de mensagens nas redes sociais.

Abandono da antiga estação ferroviária preocupa

A Prefeitura, além das polícias Militar e Civil também foram ouvidas e emitiram notas sobre as providências que estão sendo tomadas.  Já o projeto "Estação Cultural", realizado naquela área, pode ser uma primeira saída para tentar acabar com o problema.

O Visão Notícias recebeu fotos e até um vídeo mostrando a triste realidade daquela área que está sendo ocupada  por dezenas de pessoas, muitas delas que moram ali e outras apenas de passagem. Muitas, usuárias de entorpecentes, principalmente o crack (ver videorreportagem abaixo).

PREFEITURA - A assessoria de imprensa da Prefeitura  divulgou a seguinte nota oficial:

"A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, informa que mantém duas equipes que fazem a abordagem a pessoas em situação de rua e oferece os serviços sociais do município: Centro Pop ( que assegura acompanhamento especializado com atividades direcionadas para o desenvolvimento da autonomia, resgate, fortalecimento e produção de vínculos e encaminhamentos para a saúde e ou acesso a programas de capacitação e inclusão ao trabalho, oferece ainda oficinas e palestras, banho, documentação, etc.; Casa de passagem que é um abrigo temporário; e os serviços da FUMARES para quem perdeu os vínculos familiares.

A secretaria de Assistência e Desenvolvimento Social informa ainda que não pode fazer o atendimento a usuários de drogas, álcool ou pessoas com transtornos mentais ou a condução coercitiva dessas pessoas aos serviços de saúde.

Esclarece também que existe uma grande mobilização, envolvendo vários setores públicos e privados da sociedade, no intuito de traçar ações e fluxos para o encaminhamento correto dessas pessoas e, ainda, campanhas conscientizando a população a não dar esmolas, visto ser um dos meios usados para conseguir a droga.

Sobre a área, a Prefeitura informa que está solicitando a SPU (Superintendência Patrimônio da União) a liberação da área para que o projeto de revitalização do local, bem como do Terminal Urbano, Camelódromo e Praça São Bento possam sejam realizados. O Prefeito Daniel Alonso tem como meta criar especificamente nesse local um centro cultural preservando a estrutura e arquitetura da época quando ainda funcionava em Marília o terminal de trens".

POLÍCIAS CIVIL E MILITAR

As duas instituições também se manifestaram à respeito do problema por meio de notas oficiais;

POLÍCIA MILITAR - "Polícia Militar, responsável pelo policiamento ostensivo preventivo, informa que a antiga estação ferroviária é uma área de interesse da segurança pública, portanto tem realizado constantemente rondas na estação e imediações, atenta ao possível foco de usuários de drogas, devido às características do local. Nos últimos meses, a Polícia Militar tem efetuado inúmeras abordagens policiais todos os dias, em diversos horários, havendo, inclusive, registros de boletins de ocorrência de apreensão de entorpecente, captura de procurado, entre outras"

POLÍCIA CIVIL A Polícia Civil de Marília está atenta, também, ao espaço físico urbano onde outrora funcionou a estação ferroviária de Marília, acompanhando os crimes que ocorrem em seu entorno e, principalmente, o tráfico de drogas porventura existente no local. O estado de abandono de qualquer espaço físico, particularmente aqueles com locação privilegiada, cria facilidades para cometimento de infrações penais, cabendo à Polícia Civil a investigação e identificação dos seus autores.

Vale lembrar que a Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (DISE) de Marília já realizou, há anos, trabalho de investigação que resultou na prisão e final condenação de indivíduos por crimes de tráfico de drogas que agiam no entorno do Terminal Ferroviário e também Rodoviário Urbano, o que inibiu, por algum tempo, a prática de tais crimes. Estamos realizando nova investigação para identificação de traficantes de drogas, bem como da relação dos usuários que freqüentam o local com crimes havidos na região".

PROJETO CULTURAL

Em entrevista, um dos coordenadores do projeto "Estação Cultural", Stanley Uzla, observou que há seis meses estão sendo desenvolvidas atividades na antiga estação ferroviária e que visam tanto a revitalização do local como também, por meio dessas atividades, fazer com que essas pessoas possam ser resgatadas. 

Projeto cultural realizado há seis meses na antiga estação.

Os eventos são realizados às quinta e sexta-feiras e também aos sábados, com oficinas, apresentações musicais e a adesão de mais entidades. Ele observa que o local passou por melhorias para a realização das atividades.

Stanley informa que houve uma reunião com representantes da Prefeitura para ampliar os serviços oferecidos, principalmente na área da saúde. Ele acredita que a participação de mais órgãos, inclusive igrejas, possam contribuir para essa situação mude ainda mais. 

Acompanhe a videorreportagem do canal VISÃO TV:

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn