A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 04/02/2015 às 16:33

Dia Mundial do Câncer é lembrado com trabalho e otimismo.

  • A força para enfrentar a doença.

A maior incidência registrada no hospital é de câncer de mama, próstata e intestino. Tendo ainda como destaque a leucemia.

 

A rotina começa bem cedo, com as primeiras consultas e sessões de quimioterapia. Alguns pacientes vêm de longe. O cansaço só não supera a expectativa. Mas, no tratamento oncológico, nem sempre os médicos têm a dizer o que todos querem ouvir.

 

O câncer ainda é uma doença com alto índice de complicações e mortalidade. O principal motivo, segundo os especialistas, é o diagnóstico tardio. Com mais de 25 anos de experiência na área, dedicação e crescimento contínuo, a Santa Casa de Marília é referência regional na especialidade.

 

O serviço é coordenado pela médica oncologista Lia Rachel Gáspari e envolve, entre as áreas clínicas, cirúrgica e de apoio, dez médicos e mais de cem funcionários. A atenção é integral. Da recepção, para a primeira consulta, à reabilitação pós-cirúrgica (fisioterapia e terapia ocupacional).

 

A prevenção pode ser feita de diversas formas, mas a principal maneira de evitar um câncer é adotar hábitos de vida mais saudáveis. Uma pessoa que pratica atividades físicas e tem alimentação mais moderada, por exemplo, terá menos chances de desenvolver a doença.

 

Há ainda a prevenção por meio de exames de rotina. É o caso dos nódulos nas mamas, que são detectáveis no autoexame e na mamografia, de acordo com a idade. Ou ainda os tumores de próstata, que podem ser diagnosticados e tratados precocemente com a visita regular ao urologista.

 

Hospital expande oncologia para atender demanda

O setor de oncologia da Santa Casa de Misericórdia de Marília ganhou, em 2014, mais espaço para atender a crescente demanda.

 

Em dezembro do ano passado a instituição concluiu as obras executadas com recursos próprios e inaugurou o novo ambulatório clínico, localizado na antiga “Ala G”, um andar abaixo das atuais instalações. Foram investidos R$ 317.388,35 para adequação completa.

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn