A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 26/08/2015 às 17:00

Cuidados necessários com os animais em dias quentes e secos

  • Calor afeta os animais....

Em dias muito quentes e abafados, as pessoas procuram aliviar a sensação de calor com roupas leves, banhos, bebidas geladas, etc..

Mas você já parou para pensar como se sentem os cães nesses dias?

Recobertos pela pelagem, seria como se você estivesse vestindo um casaco de inverno em pleno verão... Por esse motivo, devemos tomar alguns cuidados com nossos animais durante as épocas quentes.

Cães e gatos, além da pelagem, que piora a sensação de calor, não possuem glândulas de suor, ou seja, eles não suam como as pessoas.

Sem esse recurso, os animais ficam de boca aberta no calor, ofegando, e fazendo com que o ar frio entre e resfrie seu corpo. Quanto mais ofegantes estão, mais calor estão sentindo.

As raças de cães muito peludas e adaptadas a invernos rigorosos sofrem ainda mais, pois além da pelagem e a falta de glândulas de suor, possuem uma camada de gordura sob a pele.

DICAS PARA O BEM ESTAR DOS ANIMAIS:

1. Deixe água fresca e, se possível, resfriada (não gelada), no bebedouro do cão. Vá trocando durante o dia.

2. Não passeie com o animal nos horários quentes do dia. Além do calor, ele pode queimar as patas no piso.

3. JAMAIS deixe o cão preso dentro do carro, mesmo se os vidros ficarem semi abertos.

4. Se a raça de seu cão pode ser tosada, diminua bastante a pelagem dele.

5. Observe que o local onde o cachorro fica tenha sempre uma parte sombreada durante o dia.

6. Se o seu cão estiver extremamente ofegante num dia quente, dê um banho frio para diminuir sua temperatura.

Os sinais que nos mostram que o animal está com muito calor são bem fáceis de observar:

Boca aberta e respiração ofegante, deitar-se em locais com piso frio com as patas traseiras abertas, beber muita água e procurar sempre a sombra.

Fique atento! Se tiver dúvidas ou notar alguma mudança no comportamento do seu animal, procure urgente pelo médico veterinário.

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn