Web rádio ao vivo
Visão Notícias
Postado em 21/10/2021 às 11:03
Homem é condenado a 23 anos de prisão por matar esposa cadeirante asfixiada

Em julgamento finalizado nesta quarta-feira (20), o homem acusado de matar a companheira cadeirante por asfixia foi condenado a 23 anos e quatro meses de prisão.

Antônio Márcio Ferreira Brito, que à época do crime tinha 48 anos, foi condenado por homicídio qualificado contra Cleusa da Silva, também de 48 anos. O crime aconteceu no dia 22 de dezembro de 2019, em Pirajuí (83 quilômetros de Marília).

Dentre as qualificadoras estão o uso de meio cruel (asfixia) e recurso que dificultou a defesa da vítima, além de feminicídio, todos praticados “em contexto de violência doméstica e familiar contra a mulher”. O condenado terá de cumprir sua pena em regime inicial fechado.

Relembre o caso

Segundo investigação da Polícia Civil, Cleusa da Silva morreu depois de dar entrada no pronto-socorro com marcas no tórax e no pescoço. Antônio Márcio Ferreira Brito foi quem levou a companheira para ser socorrida e informou à equipe médica que havia encontrado a mulher caída no chão da casa.

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.