Visão Notícias
Postado em 09/09/2020 às 11:06
Morador diz ser o dono de cofre com R$ 36 mil deixado em sucata

Um morador da cidade de Auriflama diz ser o dono dos R$ 36 mil que foram encontrados no fundo falso de um cofre doado à Associação de Papel, Papelão e Materiais Recicláveis de Araçatuba (Acrepom) pela Polícia Civil de Araçatuba.

"O dono ainda não foi localizado, mas apareceu uma pessoa dizendo que viu reportagens e que o cofre possivelmente é dela. Ela foi vítima de um roubo registrado em 2018”, afirmou o delegado responsável pelo caso, Abelardo Gomes. 

O cofre, que estava danificado e com a porta arrombada, foi descartado pela Polícia Civil e entregue para virar sucata depois de ficar por dois anos na delegacia. O dinheiro foi encontrado pelo catador Manoel de Sá, de 63 anos.

De acordo com o delegado, o morador que procurou a delegacia para reivindicar a quantia apresentou uma chave que seria do objeto. “Estamos averiguando se o cofre é realmente da pessoa que procurou a delegacia. Nós encaminhamos a chave para a perícia para ver se realmente bate”, explicou Abelardo.

Sobre o Cofre

O coordenador da Central de Polícia Judiciária de Araçatuba, Paulo César Cacciatore, explicou que o cofre foi encontrado no bairro Jussara, no ano de 2018, depois de uma denúncia anônima. O objeto foi recolhido e ficou guardado em um depósito.

Após dois anos o cofre, então, foi levado para virar sucata. A decisão foi tomada depois de a polícia analisar boletins de ocorrências e não encontrar o dono.

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.