Visão Notícias
Postado em 31/07/2020 às 09:40
Empresária viu ao vivo pelo celular sua joalheria ser assaltada por quadrilha em Botucatu

Os criminosos que atacaram pelo menos três agências bancárias e explodiram uma delas em Botucatu na madrugada da quinta-feira, 30, também assaltaram uma joalheria da cidade.  O crime causou pânico na cidade e pelo menos 40 homens teriam participado da ação.

A dona da loja acompanhou a ação dos bandidos através do celular, pelas câmeras de monitoramento do estabelecimento.

Ela e o marido acompanharam as notícias sobre o crime através das redes sociais, assim como muitos dos moradores. No entanto, o celular do marido dela começou a tocar, devido ao alarme disparado da loja, e os dois passaram a acompanhar o crime através das câmeras de monitoramento.

"A gente começou a ver tudo ao vivo. O pessoal atirando na porta, quebrando tudo, arrastando tudo, e a gente ficou apreensivo porque não podia fazer nada e as nossas coisas sendo levadas", conta a dona.

Além das agências bancárias e da loja de Rosângela, os criminosos invadiram uma casa durante a ação e fizeram uma família refém.

Os criminosos trocaram tiros com a polícia e incendiaram veículos, um deles em frente ao batalhão da PM, para atrapalhar a ação dos policiais. Outros cinco veículos foram incendiados em rodovias nos acessos a cidade.

Pela manhã, em um novo tiroteio entre policiais e criminosos na Rodovia Marechal Rondon, um suspeito ficou ferido após ser baleado enquanto tentava fugir. Ele foi socorrido, mas chegou morto ao hospital.

Fonte G1

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.