Visão Notícias
Postado em 10/05/2020 às 08:00
Comércio, igrejas e outros setores de Tupã reabrem a partir da próxima semana
Prefeito de Tupã anuncia como vai funcionar a flexibilização, após decisão favorável da justiça.

Com liminar da justiça, flexibilização envolverá o retorno gradual dos setores que estão fechados por causa da quarentena estadual

Após obter vitória jurídica, com liminar do Tribunal de Justiça, o  prefeito Caio Aoqui anunciou o plano de flexibilização para a retomada econômica em Tupã, com o retorno gradual das atividades a partir da próxima semana.

Prefeito Carlos Aoqui ao anunciar o plano de flexibilização para a retomada econômica em Tupã

Conforme o planejamento, comércio e serviços (a partir de segunda-feira, dia 11); locais de reuniões religiosas (a partir de sábado, dia 16); restaurantes, bares e lanchonetes (a partir de quinta-feira, dia 14); academias (a partir do dia 18). 

Cada empresa deverá assinar o Termo de Compromisso e Autorização para abertura dos estabelecimentos.

Cada setor deverá seguir as medidas sanitárias impostas pela Prefeitura, mas haverá uma fiscalização municipal e quem desrespeitar as medidas, poderá ser multado (valor varia de R$ 2.761,00 chegando a até R$ 27.610,00).

De acordo com o chefe do Executivo, existe possibilidade de que a quarentena seja retomada caso a população e os estabelecimentos não cumpram as normas recomendadas e os casos de coronavírus aumentem na cidade.  

Confira a coletiva:

Batalhas jurídicas

Além de Tupã, Bastos também conseguiu uma liminar semelhante, permitindo a flexibilização da quarentena que oficialmente vai até o dia 31 de maio, conforme anunciou o governador João Doria.

Marília e demais cidades da região permanecem com o comércio e outros setores fechados, já que as ações judiciais não tiveram o mesmo êxito.

A Procuradoria do Município de Marília ainda está tentando outras estratégias jurídicas (inclusive com recurso no STF) para também tentar fazer a flexibilização.

 

 

 

 

 

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.