Visão Notícias
Postado em 11/03/2020 às 11:30
Lutador de MMA e namorada de 17 anos, são condenados por morte de criança de 1 ano

O lutador de MMA, Joel Rodrigo Álvaro Santos, de 26 anos, conhecido como "Joel Tigre" , foi condenado a 1 ano e 15 dias de prisão ) em júri realizado em Dourados, a 230 km de Campo Grande, pela morte do filho dele, um bebê de 1 ano e 6 meses, morto em  agosto de 2018. A companheira de Joel à época, Jéssica Leite Ribeiro, de 23 anos, também foi condenada e recebeu uma pena ainda maior de 17 anos e 5 meses.

Joel teve a pena menor porque houve a desclassificação do crime. E, conforme o advogado do lutador, Víctor Cáceres, como ele já cumpriu mais de um ano de prisão, porque foi autuado em flagrante, deve ser colocado em liberdade nesta quarta-feira (11).

Jéssica foi ouvida durante a manhã. A tese da defesa é que tudo não passou de um acidente, o bebê teria caído de um balcão e teve fraturas graves no corpo que levaram a morte dele. Porém, durante os depoimentos, a madrasta confessou à polícia maus-tratos ao menino e disse que tomou a atitude por estar muito nervosa.

Joel foi ouvido à tarde após o pronunciamento de todas as testemunhas de acusão e defesa. Entre elas estavam, a mãe biológica do bebê, uma enfermeira do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) e também o médico legista. O júri foi composto por cinco mulheres e dois homens.

O crime ocorreu no dia 16 de agosto de 2018. Agressões na cabeça, pescoço e pancadas nas costas, que causaram dilaceração no fígado e morte de bebê de 1 ano e seis meses. É o que apontou a perícia, após análise no corpo do menino. O casal tornou-se réu acusado pelo assassinato, em setembro de 2018.

 

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.