Visão Notícias
Postado em 24/01/2020 às 15:10
Casal suspeito no desaparecimento de recepcionista tem prisão decretada

A Polícia Civil pediu a prisão temporária de um dentista e da esposa dele por serem suspeitos de envolvimento no desaparecimento da recepcionista Marisa Aparecida dos Santos Domingues, de 41 anos, que trabalhava na clínica, em Bofete, no fim do ano passado.

O ex-marido da recepcionista foi quem acionou a polícia depois que foi até a casa da vítima e encontrou a porta aberta, o celular em cima da mesa e o fogão aceso, mas Marisa não estava no local. Além disso, o carro da vítima estava na garagem e com manchas de sangue na porta, segundo a polícia.

De acordo o delegado seccional de Botucatu, Lourenço Talamonte Neto, há suspeita de homicídio "pelas manchas de sangue no carro dela e do dentista. Foi cortado um pedaço do banco para levar para a perícia, mas ainda não chegou o laudo. Vai ser feito um exame de DNA para confrontar o sangue dela encontrado no local com o do carro do dentista".

"Ele não está usando o celular, nem movimenta a conta pessoal. Ele está usando outra pessoa para movimentar a conta e esse amigo dele, que é advogado, não informa o paradeiro dele", explica.

Ainda de acordo com o delegado seccional, a polícia suspeita que o dentista tinha um relacionamento amoroso extraconjugal com a vítima, mas seria preciso conversar com os suspeitos para esclarecer a questão. Fonte: G-1

 

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.