Visão Notícias
Postado em 20/12/2019 às 16:00
Criminosos levam cerca de R$ 1 milhão em jóias durante assalto a banco

Os criminosos que assaltaram a agência da Caixa Econômica Federal de Botucatu levaram joias que foram estimadas em R$ 1 milhão.

Segundo informações da Polícia Civil, os criminosos levaram somente joias da agência, que ficou destruída após a ação criminosa.

O crime aconteceu no dia 11 de dezembro e teve explosão a cofre, tiroteio e grupo de moradores reféns. De acordo com a polícia, criminosos fortemente armados renderam algumas pessoas que estavam na rua e fizeram cerca de 70 disparos durante a ação.

Enquanto isso, outro grupo de assaltantes estourou a porta de vidro do banco e explodiu o cofre com dinamite. O impacto foi tão forte que derrubou paredes da agência.

Câmeras de segurança registraram parte da ação. Nas imagens, é possível ver um tumulto de pessoas na rua, algumas com as mãos para cima, e os ladrões atirando para o alto.

A Polícia Civil está investigando se o homem que matou um policial militar em Piracicaba, no último sábado (14), teve envolvimento no assalto.

A troca de tiros que terminou na morte do PM aconteceu depois que o carro do suspeito foi abordado pela polícia. Ele transportava nove fuzis, colete e materiais de explosivos, o que faz a polícia suspeitar do envolvimento dele no assalto

O suspeito também morreu no sábado (14), em um confronto com a polícia. Sérgio Gomes Samad, de 35 anos, tinha três passagens por roubo. De acordo com a polícia, ele cumpriu pena no sistema prisional e estava em liberdade desde 2016.

 

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.