Visão Notícias
Postado em 22/12/2018 às 12:46
Motoristas da região fazem protesto contra reajuste do pedágio na BR-153
Policiais rodoviários federais e militares acompanharam de perto o protesto.

Moradores de Getulina (a 60 km de Marília - região de Lins) realizaram na manhã deste sábado (22) um protesto contra o aumento do pedágio na Rodovia Transbrasiliana (BR-153). Eles reclamam do reajuste da tarifa que deve passar de R$ 5,20 para R$ 7,70 (ainda não está vigorando). Mas, o aumento ainda está sendo assunto de discussão judicial.

Eles se concentraram no trevo da cidade, pouco antes das  8h para protestar. Depois, cerca de 50 motoristas foram até a praça de pedágio, onde fizeram a manifestação que durou cerca de uma hora e meia, sem interditar a rodovia.

Reajuste do preço do pedágio está causando polêmica.

O protesto foi acompanhado de perto pela Polícia Rodoviária Federal e também pela Polícia Militar, mas, como foi pacífico, não houve necessidade de intervenção. 

A reclamação dos moradores de Getulina é que quando precisam se deslocar até Lins precisam pagar tarifa de pedágio (ida e volta), isso para percorrer apenas cerca de 10 quilômetros.  

OUTRO LADO - O portal Visão Notícias procurou a assessoria de imprensa da concessionária Trifundo Transbrasiliana (responsável pelo trecho), mas ainda não foi possível obter uma posição oficial.

O reajuste do pedágio e ao mesmo tempo a ordem de serviço para iniciar a duplicação de trechos da BR-153 estão sendo discutidas na justiça. 

Recentemente, a 1ª Vara Federal da Seção Judiciária do Distrito Federal determinou a redução do valor de pedágio nas praças existentes no trecho paulista, mas ao mesmo tempo foi revogada a decisão que determinava o início imediato de obras em dois trechos, um deles próximo a Marília.

 

 

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.