Visão Notícias
Postado em 28/10/2018 às 20:31
Bolsonaro é eleito presidente; João Dória ganha para governador de SP
Eleitor mariliense acompanhado do neto que fez questão de se enrolar na bandeira nacional.

O candidato do PSL, Jair Bolsonaro, é o novo presidente do Brasil enquanto que João Dória (PSDB) ganhou para o governo do Estado de São Paulo. As apurações estão na reta final (às 20h58), mas não devem sofrer nenhuma mudança de posições. Em Marília, Bolsonaro atingiu 80% da preferência dos eleitores enquanto que Dória recebeu mais de 58% dos votos.

A eleição foi tranquila durante todo o dia em Marília e região. Na cidade, as polícias Federal e Militar não registraram  nenhuma ocorrência ou incidente envolvendo as eleições.

Agora à noite, dezenas de simpatizantes de Jair Bolsonaro foram até a avenida das Esmeraldas comemorar a vitória dele, mas tudo transcorre sem problemas.

Eleitora mariliense votou com o filho no colo: sem incidentes.

Em Marília, a preferência pelos dois eleitos foi mantida no segundo turno, a exemplo de outubro. Bolsonaro recebeu 94.124 votos (80%) enquanto que Hadad 23.536 (20%), com 3.579 votos brancos e 9.806 votos nulos.

Para o governo do Estado, João Dória recebeu 65.196 votos (58,42%) enquanto que Márcio França (PSB) obteve 46.405 votos (41,58%).

Nos locais de votação poucos "santinhos" de candidatos; a maioria de Márcio França.

VOTAÇÃO ESTADUAL - O ex-prefeito de São Paulo João Dória (PSDB) venceu o segundo turno para o governo de São Paulo, com 51,77% dos votos válidos. Com 98,49% das urnas apuradas, Márcio França (PSB) ficou em segundo lugar, com 48,23% dos votos válidos.

João Doria tem 58 anos e é formado em jornalismo e publicidade. Foi apresentador de televisão, com programas na TV Bandeirantes, Manchete e Rede TV! Empresário, tem um grupo de marketing que promove eventos e iniciativas culturais e publicações.

Exemplo de cidadania: eleitores votam vestidos de verde e amarelo.

VOTAÇÃO NACIONAL - Jair Bolsonaro (PSL) foi eleito novo presidente do Brasil neste domingo (28), ao atingir 55% dos votos contra 44% de Fernando Hadad (PT). Depois de sair na frente no primeiro turno, Bolsonaro confirmou seu amplo favoritismo e derrotou em segundo turno Fernando Haddad (PT). 

O candidato do PSL liderou todas as pesquisas desde que o ex-presidente Lula, também do PT, teve a candidatura barrada pela Justiça Eleitoral. Bolsonaro sofreu uma tentativa de morte no meio da campanha, durante uma caminhada por Juiz de Fora, em Minas Gerais. Depois disso, passou três semanas internado no hospital Albert Einstein. Após o atentado, Bolsonaro não participou mais de debates.

Quem não pode votar aproveitou para garantir a justificativa e evitar dor de cabeça.

Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.