Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 17/01/2020 às 16:19

"Valentina está nas mãos de Deus", afirma mãe após resultado dos exames nos EUA

  • Valentina durante os exames realizados nos Estados Unidos.

Apesar da campanha que mobilizou todo o país, visando arrecadar recursos, a mãe da pequena Valentina, a policial militar mariliense Denise Alves Guidi, anunciou ontem à noite que os resultados dos exames nos Estados Unidos indicaram que a doença já atingiu 90% do cérebro da criança. Dessa forma, os médicos americanos afirmaram que não será possível realizar o tratamento. 

"A Valentina está nas mãos de Deus", afirmou Denise, em vídeo postado nas redes sociais ontem à noite, enquanto aguardava o voo de regresso ao Brasil. Ela recebeu informação dos médicos que o caso é muito grave, com prognóstico de agravamento dos sintomas dentro dos próximos três meses. 

Em entrevista ao Visão Notícias, via WhatsApp, já de volta ao Brasil, Denise afirmou que não perdeu as esperanças de buscar outras alternativas médicas e também dar uma qualidade de vida para Valentina, como fisioterapia, hidromassagem e também comprar uma cadeira especial. 

Denise explicou que quando foi iniciada a campanha em Marília e posteriormente mobilizou todo o Brasil, Valentina estava no estágio "um" da doença (até quatro), mas quando foi possível arrecadar todo o dinheiro, os exames constataram que já está no estágio "três". Mesmo assim, existem pacientes que sobreviveram até aos sete anos de vida.

Denise relata, via WhatsApp ao Visão Notícias, as condições de saúde da pequena Valentina.

Chegou a hora em que eu tenho que dar satisfações para vocês de como foram nossos dias aqui. Tiveram exames, teve exame de sangue, teve ressonância, teve vários questionários, enfim a tão sonhada consulta da onde a gente tinha uma esperança. É com muita tristeza, com o coração estraçalhado em pedaços, que eu falo, que não deu certo”, afirmou Denise no vídeo.

Entenda o caso

Aos 11 meses, Valentina começou a sentir dificuldades para sentar, as pernas começaram a ficar fracas, já não sorria nem brincava com tanta intensidade. O quadro foi se agravando e o pescoço não conseguia mais erguer para olhar para cima.

Os pais (são policiais militares) levaram a criança ao médico que constataram que ela sofria do mal de Krabbe, ou seja, é uma doença degenerativa que ocorre quando o corpo não tem as enzimas necessárias para decompor as gorduras (lipídios).

Os sintomas podem incluir paralisia, deficiência intelectual e cegueira. Um transplante de medula óssea pode ajudar algumas crianças.

Valentina com os pais, Denise e Wagner Gonçalves, no início ca campanha.

Diante disso e como havia uma esperança de tratamento nos Estados Unidos, foi iniciada uma campanha que mobilizou o país. Jogadores de grandes clubes de futebol, como Corinthians e Santos, autografaram camisetas que posteriormente seriam leiloadas na internet para levantar recursos.

Denise conseguiu o dinheiro necessário, mas os exames diagnosticaram um estágio muito avançado da doença.

Mesmo diante desse novo quadro clínico, a família vai buscar novos tratamentos no Brasil. Quem quiser ajudar a Valentina pode entrar em contato pelos telefones (14) 99797-7444  - 98134-8639 (Denise) . Ou fazer um depósito no Banco do Brasil, agência 6605-2, conta corrente 501-807-2.

Há também venda de camisetas pelo valor de R$ 40, cuja renda será revertida totalmente à família. Os pedidos podem ser feitos através do e-mail alineam2005@yahoo.com.br.

Confira o vídeo:

 
 
 

 

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn