Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 28/12/2019 às 14:00

Ipem alerta sobre perigo mortal das baterias de brinquedos e aparelhos eletrônicos

Utilizadas em brinquedos e alguns aparelhos eletrônicos, as baterias em formato de botão são pequenas, redondas e prateadas, e podem ser facilmente ingeridas pelas crianças e animais de estimação, inclusive, com a possibilidade de acidentes de consumo que podem levar a morte.

Devido ao risco, o Ipem-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), alerta os pais, responsáveis e equipes médicas sobre esses graves riscos.

A ingestão acidental pode causar lesões significativas e permanentes, e levar até mesmo à morte. Pequenas baterias, que podem ter o tamanho de um botão ou de uma moeda, podem se alojar na garganta de uma criança, onde a saliva imediatamente desencadeia uma corrente elétrica, causando uma reação química que provoca queimaduras severas no esôfago, em menos de duas horas. 

Nos Estados Unidos, por exemplo, são registrados anualmente cerca de 3.500 casos de ingestão de pequenas baterias de lítio (bateria botão) por crianças são reportados anualmente aos centros de controle de envenenamento

Os brinquedos certificados, que ostentam o selo do Inmetro, são obrigados a ter um compartimento para baterias seguro e resistente para as crianças.

No entanto, os dispositivos eletrônicos em geral não têm essa opção e estão amplamente disponíveis e acessíveis em muitos lares.

Portanto, é possível encontrar facilmente essas baterias acessíveis em controles remotos de TV, do ar-condicionado, chaves de carro, pequenas calculadoras, relógios, fones de ouvido, ioiôs iluminados, papais noéis eletrônicos, cartões, velas musicais, lanternas e até em tênis e roupas com pisca-pisca.

Dicas de segurança

- Deixe equipamentos com baterias botão fora de alcance quando o compartimento da bateria não for seguro e trave as baterias frouxas.

- Se a criança engolir a bateria botão, imediatamente procure atendimento médico de emergência. Não a deixe comer ou beber e não estimule o vômito.

- Os sintomas podem ser similares aos de outras doenças, como tosse, 'babação' e desconforto. Como as crianças conseguem respirar normalmente, o diagnóstico pode ser difícil.

- Ter cuidado especial com cartões musicais, velas sem chama e controles remotos, porque os compartimentos das baterias costumam não ter travas.

- Certificar-se de que as baterias sobressalentes estão guardadas fora do alcance de crianças e que as baterias usadas foram descartadas corretamente.

- Relate o caso no Sistema Inmetro de Monitoramento de Acidentes de Consumo o que poderá fundamentar uma possível regulamentação do uso de baterias.

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn