Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 10/12/2019 às 15:50

DIG prende homem acusado de matar travesti em Marília

  • Marcelle foi morta asfixiada

Ele confessou o crime e disse que rapaz estava tentando extorqui-lo e acabou "perdendo a cabeça". Investigadores fizeram a prisão no momento em que tentava suicídio.

Em apenas algumas horas desde a localização do corpo, a DIG (Delegacia de Investigações Gerais) de Marília prendeu o autor do assassinato da travesti R. F. A. M. B., de 23 anos, conhecido como Marcelle Brandina. O acusado estava tentando se suicidar e foi capturado no momento em que colocava a corda no pescoço.

O corpo de Marcelle foi encontrado pouco depois das 8h da manhã, numa propriedade rural localizada a quatro quilômetros da rodovia SP-333 (sentido Assis), próximo ao local conhecido como antigo "Buteco da Luzia" e apresentava alguns ferimentos nas costas, do lado esquerdo. Foi encontrado por uma pessoa que colhia mangas.

A DIG imediatamente assumiu o caso e passou a ouvir amigos procurando rastrear as últimas horas da vítima. Com esse trabalho investigativo, conseguiu chegar ao acusado do crime, um homem de 44 anos que mora numa cidade próxima a Marília. Ele foi preso no momento em que tentava o suicídio, numa mata.

Extorsão

Levado à Delegacia, em depoimento o acusado disse ao delegado Valdir Tramontini que combinou um programa sexual com Marcelle, tendo ambos de encontrado num motel da cidade (cada um com seu carro), por volta das 16h de ontem.

Mas, quando estavam naquele local, a vítima teria tentado extorqui-lo, exigindo mais dinheiro para não contar aos amigos e familiares o seu relacionamento homosexual.

Desesperado, acabou aplicando um "mata-leão" (golpe de estrangulamento usado nas artes marciais japonesas) tão forte que o travesti acabou morrendo asfixiado.

Em seguida, colocou a vítima dentro do seu carro e levou até a zona rural. À noite, contratou um mototaxi e retornou ao motel onde pegou o carro da vítima e abandonou próximo à sede do SAMU.

O delegado Valdir Tramontini disse que vai pedir a prisão preventiva do homem por homicídio e ocultação de cadáver. O corpo está passando por necrópsia no IML (Instituto Médico Legal).

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn