Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 08/11/2019 às 13:00

Policiais civis da capital escoltam caminhão com drogas e acabam presos

Eles usavam até uma viatura oficial. O plano deu errado depois que um policial militar desconfiou da movimentação "estranha" na região. Uma tonelada de maconha foi apreendida.

Dois policiais civis da capital paulista foram presos nesta quinta-feira em Mirandópolis (região de Araçatuba) escoltando um caminhão carregado com uma tonelada de maconha. Eles ocupavam uma viatura oficial (caracterizada), o que dificilmente levantaria suspeitas numa eventual fiscalização.

A apreensão ocorreu depois que um policial militar, vindo de Castilho para Andradina, viu a viatura parada no acostamento da rodovia, próximo a um posto de combustíveis. No pátio, estavam um caminhão amarelo, um Celta prata e seis pessoas ao redor dos veículos.

Carga estava escondida em fundo falso do caminhão, Viatura da Polícia Civil também foi apreendida.

O PM pensou que eram policiais da região e se aproximou para prestar apoio. Um dos suspeitos mostrou a sua carteira funcional de investigador e disse que estava tudo em ordem. Informou ainda que a equipe era de São Paulo e estariam em diligências na região.  

Suspeitas

Quando a viatura saiu do posto, o caminhão saiu logo atrás, o que chamou atenção do PM. A Polícia Civil em Andradina foi comunicada e apurou, na capital, não ter nenhuma equipe oficialmente na região. 

Imediatamente foi montada uma operação e os veículos interceptados.

A droga estava escondida em um fundo falso do caminhão. Dentro da viatura havia mais uma pessoa que supostamente seria um dos presos na operação contra o tráfico.

Mocinhos ou bandidos?

O advogado de defesa dos policiais civis afirmou que eles estariam na região por conta de uma investigação relacionada ao tráfico de drogas. Mas, a delegada titular do 44º Distrito (Guaianases), Valderes Lopes, informou que não havia ordem de serviço aos investigadores na região de Araçatuba.

Todos foram presos em flagrante por tráfico e a Corregedoria da Polícia Civil está acompanhando o caso, conforme nota divulgada pela Secretaria de Segurança Pública. Com informações R-7 e G-1

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn