Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 03/07/2019 às 09:36

Operação Miragem tem desdobramento e investiga Camarinha e rádio 950

  • Ministério Público Federal investiga agora a rádio 950, que pertence ao ex-deputado Camarinha.

Ministério Público Federal confirma que está apurando possível crime "contra as telecomunicações". Ex-deputado afirma: "é perseguição política"

O ex-prefeito e ex-deputado estadual Abelardo Camarinha está sendo oficialmente investigado pelo Ministério Público Federal por "crimes contra as telecomunicações", envolvendo a rádio 950, em desdobramento da Operação Miragem, desencadeada em 2016 e que levou ao fechamento do grupo Central Marília Notícias (CMN), da qual faziam parte o jornal Diário e as rádios Dirceu e Diário FM (ambas lacradas). Em nota, Camarinha afirmou que se trata de mais uma perseguição política. 

Operação Miragem da PF que levou ao fechamento do grupo CMN.

A investigação começou no dia 1º de julho, a partir de denúncia formulada pelo radialista Fábio Henrique Conte.

O inquérito está tramitando pela 2ª Vara da Justiça Federal "que apura crimes contra as telecomunicações, desmembramento da Operação Miragem" (Veja qual foi a defesa de Camarinha, na época da operação, clicando AQUI.)

Como o procedimento investigatório começou há apenas dois dias, ainda não há grandes movimentações, apenas que encontra-se no gabinete do Procurador em Marília.

Mas, a expectativa é grande nas redes sociais de novas operações da Polícia Federal envolvendo a rádio 950, da qual o ex-parlamentar é sócio. 

Falência - Esta é a segunda notícia nos últimos dias envolvendo a rádio ligada ao grupo político de Abelardo Camarinha.

Conforme o Visão Notícias divulgou, a emissora corre o risco de ir à falência se não efetuar o pagamento de uma indenização por dano moral no valor de R$ 232.376,00, conforme ação movida pela ex-esposa do jornalista José Ursílio de Souza e Silva.

Ex-prefeito Camarinha afirma que acusação é infundada

Em outro processo judicial, a empresa também foi condenada a desocupar a área onde está instalada a antena da emissora (em Lácio), em virtude de "Despejo por Denúncia Vazia". Aliás, a retirada da antena já teria sido feita.

NOTA OFICIAL - A assessoria de imprensa do ex-deputado Abelardo Camarinha divulgou nesta manhã (03) uma nota oficial sobre as investigações que estão sendo feitas pelo Ministério Público Federal, como desdobramentos da operação Miragem.

Eis a nota:

"É mais uma acusação infundada de pessoa ligada ao prefeito Daniel Alonso, sendo assim, o ex-deputado Abelardo Camarinha avalia como perseguição política".

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn