Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 28/06/2019 às 09:00

Mortes de animais por raiva devem servir de alerta à população

  • Foram registradas 73 mortes de animais silvestres

A confirmação da morte de 92 animais por raiva, de janeiro a junho deste ano no Estado de São Paulo, deve servir de alerta à população para certos cuidados de prevenção à doença. De acordo com o Biólogo Horácio Manuel Teles, membro do CRBio-01 – Conselho Regional de Biologia – 1ª Região (SP, MT e MS), mesmo que não tenha qualquer registro em humanos, a raiva não tem cura e pode causar a morte em 100% dos casos.

O biólogo Horácio Manuel Teles alerta para o perigo.

Dos casos registrados no período, 73 foram com animais silvestres e 19 com cães e gatos. Causada pelo vírus do gênero Lyssavirus, a raiva é transmitida pela saliva de animais infectados. 

Quem for atacado por algum animal deve procurar assistência médica imediatamente. Em caso de ferimento, dependendo da avaliação clínica, além da limpeza com água, sabão e produto antisséptico, pode-se ser aplicada uma vacina ou soro. Mas a prevenção ainda continua sendo o melhor remédio.

Nos últimos 30 anos, o controle da raiva em cães e gatos reduziu significativamente taxa de mortalidade por raiva humana.

Após o período de incubação da doença, que tem uma média de 45 dias nos humanos, alguns dos sintomas da raiva são mal-estar geral, aumento de temperatura, dor de cabeça, dor de garganta, irritabilidade e sensação de angústia, podendo progredir para febre, delírios, espasmos musculares involuntários e também para convulsões

A pessoa se mantém consciente, com período de alucinações, até a instalação de quadro comatoso. A evolução de piora do quadro clínico, após o surgimento dos primeiros sinais e sintomas da doença, pode levar a pessoa a óbito num prazo de até 2 a 7 dias.  

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn