Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 16/06/2019 às 08:00

Complicações de dengue geram maior risco à vida de idosos, alerta a Saúde

Melhor proteção, conforme a Vigilância Epidemiológica, é a eliminação dos focos do mosquito Aedes aegypti

A Vigilância Epidemiológica da Secretaria Municipal da Saúde de Marília reforçou alerta, nesta sexta-feira (14), para o risco de complicações de dengue e óbito, principalmente em grupos mais vulneráveis da população, como idosos, pessoas com doenças pré-existentes, gestantes, transplantados e pacientes imunodeprimidos.

Para manter a vigilância e apurar os novos casos de dengue, mesmo com a interrupção de exames pelo Estado em função de grandes epidemias em outras regiões, a Prefeitura de Marília contratou laboratório e continua a realizar exames.

Um destes testes revelou a dengue como uma das causas do óbito de uma idosa de 78 anos, moradora na zona norte da cidade. A região está entre as que tiveram maior número de notificações e passou por bloqueio de criadouros, além de reforço das equipes de agentes de saúde.

ALERTA COM RESPONSABILIDADE

Em ano de epidemia na maioria dos municípios paulistas, o controle da dengue na cidade segue com o empenho dos servidores e da gestão do prefeito Daniel Alonso. Graças a este esforço, a cidade evitou que este ano ocorresse megaepidemia, como em 2015.

Com base em dados do Centro de Vigilância Epidemiológica do Estado, a cidade está à frente de pelo menos 50 municípios, incluindo Bauru, São José do Rio Preto, Araraquara, Barretos, Ribeirão Preto, Andradina, Fernandópolis, Americana ,Tupã, Jales, entre outros.

Conforme a Vigilância Epidemiológica nesta sexta-feira (14) foram apurados – até o memento, em 2019 – total de 1.004 casos positivos na cidade, com um óbito confirmado.

SINTOMAS

Os principais sintomas da dengue, segundo o Ministério da Saúde, incluem febre alta (a partir de 38.5ºC), dores musculares intensas, dor ao movimentar os olhos, mal-estar, falta de apetite, dor de cabeça e manchas vermelhas no corpo.

Em caso de sintomas, a população deve procurar uma unidade de saúde mais próxima para atendimento e diagnóstico.

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn