Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 14/06/2019 às 18:30

Jogos Abertos da Juventude: abertura será hoje e terá homenagem a Aurélio Guedes

  • Aurélio no estádio Pedro Sola com professora e alunos da Escola Castro Alves, de Vera Cruz

Atleta participou de quatro paraolimpíadas pelo Brasil. Evento é aberto para toda população e contará com a participação de aproximadamente 200 municípios e cerca de 4.000 pessoas

Ao completar 30 anos de vida esportiva intensa, trazendo centenas de medalhas e títulos para o Brasil (inclusive em quatro paraolimpíadas), o atleta mariliense Aurélio Guedes será um dos homenageados na abertura oficial da 36ª edição dos Jogos Abertos da Juventude, hoje logo mais às 19, no Centro Esportivo Mariliense da Secretaria Municipal de Esportes (antigo ginásio do Clube dos Bancários).

O evento é aberto para toda população e contará com a participação de aproximadamente 200 municípios e cerca de 4.000 pessoas – entres atletas, comissão técnica e servidores. É a primeira vez que Marília estará sediando a competição que começou ontem e prossegue até o dia 22.

Ao todo serão disputadas 16 modalidades esportivas: atletismo, basquetebol, damas, futebol, futsal, ginástica artística, ginástica rítmica, handebol, judô, natação, tênis, tênis de mesa, voleibol, vôlei de praia e xadrez.

SUPER CAMPEÃO

Quando o assunto é Paraolimpíadas, o mariliense Aurélio Guedes dos Santos, de 55 anos, tem muita propriedade para falar no assunto: participou de quatro edições: Atlanta-1996 (EUA), Sydney-2000 (Austrália), Atenas-2004 (Grécia) e Pequim-2008 (China). 

Carreira brilhante no atletismo: mais de 370 medalhas.

Deficiente visual, participou de quatro diferentes provas do atletismo: 800 metros, 5 e 10 mil metros rasos e a maratona.

Aurélio sofreu um acidente de moto, quando tinha 24 anos de idade que resultou em um traumatismo craniano e perdeu o nervo ótico.

Desde então, possui apenas 10% de visão do olho esquerdo e nada do direito. Antes do acidente, ele nem pensava no esporte e muito menos no atletismo. E foi aí que estava nascendo um campeão.

Ele começou a carreira começou no ano de 1988 e logo se tornou vice-campeão Paulista.

Após a brilhante carreira, Aurélio passou a ser treinador. Na foto treinando o atleta Diego Lopes de Azevedo

Já em 1992, sagrou-se campeão brasileiro (foram 11 anos consecutivos. Ao todo, Aurélio conquistou 26 medalhas para o Brasil. Participou também de maratonas internacionais, mundiais, entre outras competições.

No total da carreira foram mais de 370 medalhas conquistadas, das quais 138 disputando campeonatos brasileiro, 26 medalhas internacionais, mais de 88 medalhas em jogos abertos e regionais na natação e no atletismo. 

TREINADOR

Aurélio com equipe que ele treina todas as manhãs no estádio Pedro Sola.

Aurélio Guedes Começou o trabalho como técnico, ainda na época de estagiário, em 1999. Durante cerca de 10 anos foi treinador da AMEI (Associação Mariliense de Esportes Inclusivos).

Em setembro do ano passado, ele inicou um trabalho de atletismo com crianças e pessoas que querem iniciar a correr provas de média e longa distância, no estádio Pedro Sola.

"Estou contente com o resultado que estou fazendo. É visível os bons resultados de pessoas participantes inclusive o grupo das crianças e tenho esperança que consiga revelar grandes atletas para o atletismo de Marília e também que seja importante no desenvolvimentos de iniciação dessas pessoas que te desejam a praticar atletismo que não tem conhecimento", afirmou Aurélio.

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn