Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 06/06/2019 às 20:00

Criminosos assaltam e amarram padre durante missa

  • Nascido na Índia, padre Thomas iria voltar para sua terra natal

Ladrões obrigaram religioso a deitar na sacristia. Polícia suspeita de mulher que assistia celebração e passava informações aos criminosos

Assaltantes armados não respeitaram a celebração de uma missa e assaltaram o padre e a igreja em pleno momento de oração. O fato aconteceu em Praia Grande, no Litoral paulista. O padre Joseph Thomas teve suas pernas marradas e os criminosos o obrigaram a se deitar na sacristia. Os ladrões roubaram joias, R$ 6 mil em dinheiro e quatro mil dólares.

O dinheiro em moeda americana era do padre Thomas, que programava uma viagem internacional para o mês de outubro. O religioso iria fazer uma excursão para Índia, onde nasceu e possui familiares.

O restante do dinheiro era o caixa da paróquia para aquisição de produtos e materiais que seriam utilizados na próxima festa junina da paróquia.

O padre celebrava a missa das 8 horas, quando ouviu um barulho vindo da casa paroquial. “Eles estouraram a porta corta-fogo, encostaram uma arma na cabeça da funcionária, mandaram que se deitasse e a amarram.

Eles queriam dinheiro e começaram a revirar tudo, relatou o religioso. O padre disse que desconfiou de assalto, mas continuou a missa.

Segundo ele, havia uma mulher no público falando ao celular. Ela seria cúmplice dos assaltantes e estava monitorando o andamento da celebração. Após dar a bênção final e ir à sacristia, foi rendido por um dos criminosos. As câmeras de monitoramento registraram a movimentação dos suspeitos.

Furtos e roubos a igrejas estão se tornando rotina no Estado. No dia 23 do mês passado, ladrões arrombaram portas e janelas e roubaram dois ostensórios dourados e R$ 200 que havia no cofre da Paróquia Nossa Senhora do Carmo, em Presidente Prudente, provocando um prejuízo de R$ 15 mil.

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn