Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 29/05/2019 às 08:28

Por 11 votos a 4 Câmara de Tupã cassa prefeito Ricardo

  • Caio Aoqui assume a função de prefeito de Tupã na manhã desta quarta-feira.

A Câmara Municipal de Tupã (a 75 quilômetros de Marília), cassou por 11 votos a 4 o prefeito José Ricardo Raimundo, mais conhecido como Ricardo Lajes Tamoyo.  Quem assume o cargo nesta manhã (29) é o vice-prefeito, Caio Aoqui.

Ex-vereador, o mandato de prefeito de Ricardo foi alvo de comissão processante aberta após denúncia sobre ineficiência administrativa. Um dos estopins para o afastamento envolve o quadro de epidemia da dengue, que vem assolando o município de 76 mil habitantes nos últimos meses.

O prefeito José Ricardo Raimundo foi cassado pela Câmara

A epidemia de Tupã é a maior já registrada na história da cidade. Falta de zeladoria e conservação de ruas e avenidas, com excesso de buracos e denúncias de falhas administrativas estão também entre os motivos da cassação.

A sessão extraordinária da Câmara Municipal de Tupã que votou o relatório da comissão processante começou na tarde desta terça-feira, dia 28, e só terminou nas primeiras horas de quarta-feira, dia 28.

O vice-prefeito Caio Aoqui foi convocado para assumir o Município. Aoqui  é ex-vereador de Tupã e iniciou sua carreira na vida pública como vereador mirim, ainda na adolescência.

A posse de Caio como novo prefeito de Tupã estava programada para a manhã desta quarta-feira. Expectativa é que Aoqui reconfigure totalmente o quadro de secretários.

Com mais de 10 horas de sessão, toda a denúncia foi lida e 11 vereadores se posicionaram pela cassação do prefeito Ricardo. A defesa do ex-chefe do Executivo tentou impedir a sessão, mas a Justiça negou liminar.

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn