Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 22/05/2019 às 12:00

Zona sul de Marília terá nova escola para atender crianças de até 3 anos

  • Prefeito Daniel vistoriou o local e autorizou início da reforma.

Nova unidade vai funcionar no antigo prédio da Emef Reny Cordeiro, abandonado há mais de sete anos, e que será totalmente reformado

O prefeito Daniel Alonso anunciou mais uma nova escola para Marília. A Prefeitura vai reformar o antigo prédio onde funcionava a Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Profª. Reny Pereira Cordeiro, localizado na avenida Antártica, no bairro Vila Hípica Paulista, na Zona Sul.

A nova unidade vai se chamar “Emei Pedacinho do Céu” e será um novo berçário, atendendo crianças de 0 a 3 anos de idade dos bairros daquela região da cidade.

Prédio está abandonado há mais de sete anos.

O local está abandonado desde 2011, quando a EMEF começou a funcionar em novo prédio também na zona sul. O antigo imóvel está fechado e o objetivo da Prefeitura é realizar nos próximos meses uma grande reforma e remodelação do local.

O prefeito Daniel Alonso, o secretário municipal da Educação, Prof. Helter Rogério Bochi; a vereadora Profª. Daniela e a supervisora escolar de Educação Básica da Secretaria Municipal, Daniela Rigoldi Del Nero Mota, que durante 11 anos foi diretora da escola no antigo endereço, estiveram vistoriando o prédio.

O secretário Prof. Helter Bochi destacou o esforço da administração para revitalizar o prédio.

Quando assumi a secretaria no ano passado, visitei este local e constatei o abandono em que se encontrava. Passei o relatório para o prefeito Daniel Alonso, que nos deu todo respaldo para que pudéssemos recuperar o prédio. Desde então, a gente vem fazendo limpezas periódicas no local e também o monitoramento. Agora estamos na fase de avaliação estrutural do prédio para depois fazermos o processo licitatório para a revitalização deste local, devolvendo-o para a população, através de serviços de educação.”

Já a supervisora da Educação Básica, Daniela Rigoldi Del Nero Mota, que é diretora da Emef Profª Reny, disse ter ficado arrasada em constatar a situação do prédio.

Para mim é muito difícil voltar aqui e ver que o prédio está completamente abandonado. Fui diretora neste local de 2000 a 2011 e conseguimos fazer um ensino de qualidade, quando tínhamos seis salas de aula e quase 300 alunos nos períodos da manhã e da tarde. Fico feliz em saber que o prefeito Daniel, o secretário Helter e a vereadora Daniela estão empenhados no resgate desse espaço, que em breve voltará a ser útil para a população”, afirmou.

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn