Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 20/04/2019 às 08:00

Grupos de caminhoneiros decidem fazer paralisação no dia 29

Mobilização estava prevista para maio, mas lideranças decidiram antecipar após reajuste de 10 centavos por litro de diesel.

O representante dos caminhoneiros, Wanderlei Alves, disse, em entrevista ao Broadcast Agro, que a categoria vai iniciar uma paralisação a partir da meia noite do dia 29 de abril. 

A paralisação anterior ocorreu em maio de 2018 e, no caso de Marília, durou cerca de uma semana, tendo como local de concentração o posto Gigantão, às margens da SP-333.

A paralisação estava originalmente prevista para 21 de maio, mas foi antecipada em virtude do aumento do diesel. Na quarta-feira (17), a Petrobras decidiu aumentar o preço do diesel em 10 centavos por litro. “Com esse aumento do óleo diesel não tem mais condição”, afirmou.

Os caminhoneiros estão cientes de que, dentro de 14, 15 ou 16 dias, vai ter outro aumento, e esse aumento de R$ 0,10/litro já afetou em R$ 1 mil o lucro mensal, e o frete continua o mesmo”, acrescentou Wanderlei Alves, conhecido como Dedéco.

Mobilização dos caminhoneiros em Marília e região na greve anterior, há dois anos.

ADESÃO - Segundo ele, o movimento deve atingir todo o Brasil, à medida que os dias passam, similar ao que ocorreu em 2018. “Isso não foi uma decisão só minha, foi decidido em grupo por várias lideranças de caminhoneiros”, reforçou.

A maioria dos grupos de caminhoneiros já decidiu pelo dia 29 de abril, tem uns ou outros que acham que é pouco tempo, que devemos esperar ainda, mas a maioria concorda sobre o dia 29 porque chegamos num ponto que não tem mais condições de trabalhar”, afirmou.

 

 

 

 

O aumento passou a vigorar nesta quinta-feira (18).

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn