Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 09/04/2019 às 15:53

Prefeito Daniel abre mão de reajuste salarial e afirma "é em prol dos servidores"

  • Prefeito Daniel abriu mão do reajuste salarial.

Segundo ele, eventual reajuste para fixação do subsidio do prefeito, do vice e dos secretários deve ser idêntico ao dos servidores

O prefeito Daniel Alonso abriu mão, nesta segunda-feira (8), durante encontro na sala da Presidência da Câmara Municipal, do reajuste de 16% nos subsídios para ele, para o vice-prefeito e para os secretários municipais.

De acordo com o chefe do Executivo e com o presidente da Câmara, Marcos Rezende, a fixação do subsidio deve ser feita pelo INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor), cujo índice será divulgado entre quarta-feira (10) e quinta-feira (11), devendo ficar em torno de 4%.

Prefeito Daniel e o presidente da Câmara, Marcos Rezende.

Daniel Alonso disse que eventual reajuste para fixação do subsidio do prefeito, do vice e dos secretários deve ser idêntico ao dos servidores públicos municipais, cuja data base é 1º de abril.

É a forma mais justa para todos. Parabenizo a Câmara Municipal pela decisão sobre os subsídios, visando o bem da nossa cidade. Tenho o maior respeito pelos servidores e lembro que na nossa gestão eles tiveram grandes conquistas, com aumento de 140% no valor do vale alimentação, que passou de R$ 125 para R$ 300; pagamento de licença prêmio, de progressão por mérito, entre outros benefícios. Os servidores são os nossos principais parceiros para fazer de Marília uma cidade cada vez melhor de se viver”, afirmou o prefeito.

CÂMARA É RESPONSÁVEL 

O presidente da Câmara, Marcos Rezende, explicou o projeto que havia sido protocolado no dia 11 de fevereiro.

A Câmara é que tem a responsabilidade de fixar os subsídios para o prefeito, para o vice-prefeito e para os secretários municipais. Atendemos uma exigência do Tribunal de Contas e protocolamos esse projeto, com a intenção de ouvir todos os vereadores e a própria comunidade. E isto foi feito e agora faremos um projeto substitutivo, fixando pelo INPC. Só tenho que agradecer a todos que participaram deste debate e acredito que chegamos à melhor solução, fixando pelo INPC. Este mesmo índice será aplicado para a próxima legislatura da Câmara, que será de 2021 a 2024.

Daniel Alonso lembrou ainda que Marília faz parte do seleto grupo de 2% dos municípios brasileiros que estão com a situação financeira regular. “Para nós é um orgulho, comprovando que a administração está no caminho certo. Marília tem o nome limpo graças à seriedade da nossa equipe econômica, que não vem medindo esforços para saldar as contas do município e, ao mesmo tempo, valorizar os servidores públicos municipais. Por isso a nossa cidade conseguiu estar entre esses 2% dos municípios que conseguem manter suas contas em dia e com crédito para buscar investimentos.”

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn