Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 19/03/2019 às 15:52

Região de Marília é a 2ª do Estado em mortes no trânsito; Bauru teve queda de 38%

  • Número de acidentes fatais na região teve crescimento de 45%.

O crescimento em fevereiro foi de 45%, só perdendo para Registro (100%). A maior parte dos acidentes foi nas cidades e não em rodovias. Em todo o Estado houve queda. Como foi o caso de Bauru, com 38% a menos de óbitos. 

Com um crescimento de 45%, a região de Marília foi a segunda do Estado de São Paulo no índice de mortes no trânsito em fevereiro, na comparação com o mesmo período do ano passado. Os dados foram divulgados pelo Infosiga SP, sistema de dados do Governo de São Paulo que acompanha desde 2015 as ocorrências nos 645 municípios do Estado. 

No mês, foram registrados 347 óbitos causados por acidentes em ruas e rodovias, redução de -7,5% na comparação com fevereiro de 2018 (375). A queda no número de casos envolvendo pedestres (-18,9%) e motociclistas (-13,9%) são destaques do levantamento.

NÚMEROS - O Infosiga SP aponta redução dos índices em 7 das 16 regiões administrativas do Estado e uma apresentou o mesmo número de 2018. ]

A região de Franca permaneceu com dados estáveis, enquanto houve queda nos índices na região metropolitana da Capital  (-10%) e nas regiões de Bauru (-38%), Campinas (-15%), Presidente Prudente (-22%), Ribeirão Preto (-56%), São José do Rio Preto (-26%) e São José dos Campos (-32%).

Foram registrados aumentos nas regiões de Barretos (+100%), Central (+20%), Itapeva (+25%), Marília (+45%), Registro (+100%), Santos (+23%%) e Sorocaba (+11%).

Entre os acidentes em que foi possível identificar com precisão o local da ocorrência, a maior parte aconteceu em vias municipais (52,6%), enquanto 47,4% foram em rodovias.

Fatalidades em ruas e avenidas tiveram redução de -10,4% em fevereiro, enquanto acidentes fatais em estradas aumentaram 9,9%. Em 58,5% dos casos, a vítima faleceu no hospital, enquanto 37,8% dos óbitos foram nas vias.

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn