Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 08/02/2019 às 15:25

Sem matéria prima, indústria fecha em Marília e demite funcionários

  • A fábrica funcionou durante cerca de dois anos em Marília.

De acordo com o Sindicato da Alimentação, cerca de mil trabalhadores perderam o emprego na cidade e região neste começo de ano.

Depois de dois anos funcionando em Marília, a Brumau (produtora de óleos vegetais) suspendeu a sua produção em Marília, demitindo praticamente todos os funcionários (cerca de 60). De acordo com o Sindicato da Alimentação, além dessa empresa, outras duas também fecharam na região, demitindo em torno de 1 mil trabalhadores.

A Brumau funcionou em Marília durante cerca de dois anos, nas instalações da antiga Yoki  (distrito Industrial, zona norte), sendo responsável pelo processamento do amendim para transformação em óleo vegetal. Além de Marília, possui unidades em Catanduva, Rancharia e Taquaritinga.

Foram demitidos praticamente todos os funcionários.

De acordo com o presidente do Sindicato dos empregados na área de Alimentos, Wilson Vidotto Manzon, a crise teria sido provocada pelo fato de que a Brumau, diferentemente de outras indústrias, não "banca" o produtor de amendoim.

Dessa forma, ficou sem matéria prima para processamento. "Outras indústrias financiam o produtor e depois compram toda produção. Agora, sem o amendoim, a fábrica não tem como produzir", explicou.

A diretoria do Sindicato acompanhou hoje a situação dos trabalhadores. A diretoria de comprometeu a indenizar todos eles, ou seja, pagar salários, férias e liberar fundo de garantia.

A fábrica vai suspender a produção neste ano e aguardar a próxima safra. Vão contibuar trabalhando apenas alguns integrantes da equipe de manutenção e vigilância.

O portal Visão Notícias tentou manter contato com a diretoria da empresa, em Catanduva, mas não foi possível localizar nenhum responsável.

MUITAS DEMISSÕES - Wilson Vidotto lamentou que 2019 começou com demissões no setor alimentício na região.

Além da indústria de Marília, fecharam as portas a usina Ibéria, de Paraguaçu Paulista, além de um frigorífico em Assis, também por motivos econômicos. No total, são cerca de mil demissões. 

A fábrica funcionava na antiga Yoki, na zona norte de Marília.

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn