Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 11/01/2019 às 16:00

Volta às aulas: Procon constata diferença de até 325% no material escolar

Neste mês de janeiro, muitas famílias aproveitam as férias para antecipar as compras, mas deve pesquisar bem para não pagar caro.

De acordo com pesquisa realizada pela Fundação Procon, a diferença de preço de itens do material escolar pode chegar a 325% de um local para outro. O lápis preto Nataraj HB nº2, sextavado, sem borracha, da CIS/SERTIC, foi o campeão de variação. Na loja mais cara, custa R$ 1,70; na mais barata, R$ 0,40.

O levantamento, feito no início de dezembro em nove comércios das regiões norte, sul, oeste e central da capital paulista, incluiu 134 produtos de papelaria geralmente solicitados pelas escolas – e pelas crianças.

Mas, a dica vale para todo o interior, já que também existem diferenças de preços dos mesmos produtos entre as livrarias. 

Dicas para economizar

1- Para não doer no bolso, a primeira sugestão é conferir quais produtos da lista de material escolar o consumidor já tem em casa.

2- Procure papelarias ou outros estabelecimentos que ofereçam descontos para quem adquirir todos os itens da lista de materiais num lugar só. O Procon sugere ainda locais que fazem ofertas para compras em grandes quantidades – assim, o consumidor pode se reunir com outros pais para uma compra coletiva.

3- Pesquise ainda as opções de pagamento: de repente, compensa se apertar um pouco agora para pagar em dinheiro e garantir um desconto maior.

4- Tenha em mente que as instituições escolares não podem exigir qualquer material escolar que seja de uso coletivo, como materiais de escritório, de higiene ou limpeza (Lei nº 12.886 de 2013).

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn