Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 04/01/2019 às 08:00

Comércio: inadimplência em Marília tem crescimento de 37% em 2018

Para ACIM, isso demonstra que o setor está vigilante antes de vender. Exclusões no SCPC tiveram crescimento de quase 5%.

Estatísticas do Banco de Dados do Serviço Central de Proteção ao Crédito (SCPC) da Associação Comercial e Industrial de Marília (ACIM), mostram o ano de 2018 teve uma elevação de 7,41% nas inclusões e de 4,43% nas exclusões, nos 12 meses de 2018.

Essa é uma demonstração de que o comerciante está vigilante e procurando informações sobre o cliente”, disse o presidente da associação comercial mariliense, Adriano Luiz Martins. Foram incluídos aos SCPC da Acim 19.083 CPFs durante o ano de 2018, diante dos 11.786 CPFs que foram excluídos.

Adriano e José Augusto analisam as estatísticas do SCPC.

Para o superintendente da ACIM, José Augusto Gomes, este comportamento reforça a orientação que a entidade sempre oferece ao lojista, de tomar informação antes de conceder o crédito.

Nosso sistema é nacionalizado, completo e oferece condições de análise por parte do lojista de diversas frentes”, disse o dirigente mariliense ao reforçar a importância de se registrar os débitos existentes na loja e de excluir aqueles que se tornaram adimplentes. 

"Novembro vermelho" 

Durante o ano de 2018 entre os incluídos, o mês de Novembro foi o de maior quantidade de CPFs inclusos, no comparativo com novembro de 2017. Houve uma evolução de 122,8%, o que se justifica em virtude do Black Friday no final do mês e o Natal no mês seguinte.

O segundo mês com maior número de incluídos ao sistema do SCPC da Acim foi o mês de Junho, com 95,8% o que é considerado normal, no meio do ano as lojas realizarem esse tipo de comportamento. 

Quanto aos excluídos o mês de Novembro, novamente, foi o de maior número de CPFs que retomaram o poder de compra no crediário, com uma elevação de 167,9% no comparativo a Novembro de 2017, o que se justifica quanto as vendas do Black Friday e Natal nos meses de Novembro e Dezembro respectivamente.

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn