Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 27/12/2018 às 10:00

Mutirão em Marília realiza mais de 4 mil cirurgias

  • Prefeito Daniel Alonso com a superintendente do HBU, Márcia Mesquita Serva Reis

O ano deve terminar com aumento de até 150% em relação a 2016, quando não houve nenhum mutirão de serviços e apenas 2,3 mil cirurgias.

O Hospital Beneficente Unimar (HBU) e a Santa Casa divulgaram balanço parcial de cirurgias realizadas no mutirão promovido pela Prefeitura de Marília, em parceria com as instituições. Entre agosto e novembro, foram feitas 4.132 cirurgias. 

Cirurgias de cataratas também foram realizadas.

O mutirão desse ano tirou milhares de pessoas da fila da oftalmologia (catarata), ortopedia e osteomusculares em geral, face, cabeça e pescoço; cirurgias de aparelho digestivo como colicister (pedra na vesícula), circulatórias e do aparelho genital e urinário.

O prefeito Daniel Alonso destacou que os números de 2017 e, principalmente 2018, são históricos e representam a gestão por prioridades. No ano passado, o incremento já havia sido de mais de mil cirurgias autorizadas pela Secretaria Municipal da Saúde.

“Identificamos na Saúde, quando assumimos, uma situação insustentável. Havia fila interminável para praticamente tudo. Buscamos recursos, tivemos apoio dos hospitais e atacamos esse problema. Estamos terminando o ano com um grande gargalo superado, no atendimento cirúrgico”, disse o chefe do Executivo, destacando o empenho das duas instituições e seus colaboradores.

“É importante que a população saiba dessa realização na Saúde. Difícil alguém que more em Marília e não conheça uma pessoa que passou por cirurgia, durante esse mutirão. Isso é saúde pública efetiva e acessível às pessoas. Essa é a proposta de trabalho para os nossos usuários”, declarou secretário municipal da Saúde, Ricardo Mustafá. 

Investimento

Prefeito Daniel, com a superintendente do HBU, Márcia Mesquita Serva Reis; e a ex-secretária, Kátia Santana.

O prefeito Daniel Alonso destacou que, nos últimos dois anos, o município aumentou os recursos próprios na Saúde, diante do drama vivido pela população. Mas, principalmente, buscou atrair mais recursos federais e melhorar a qualidade do gasto.

O mutirão só foi possível porque Marília acessou, com agilidade e competência técnica, os recursos previstos pela portaria 2.995/18 do Ministério da Saúde, que aumentou em R$ 54 milhões os repasses federais destinados a cirurgias, no Estado de São Paulo.

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn