Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 17/12/2018 às 14:00

Menino deixa o cabelo crescer por quase dois anos para ajudar amigo com câncer

  • Lorenzo deixou o cabelo crescer durante quase dois anos para ajudar o amigo.

O câncer é uma doença muito cruel, que tira a alegria, a esperança e os sonhos de muitas pessoas. Quem convive com a doença enfrenta muitas batalhas diariamente, buscando a melhora e uma chance de recomeçar a vida curados, com uma nova página em branco para escrever suas histórias.
 
Se para adultos já é muito difícil lidar com as mudanças de vida que o câncer implica, para as crianças pode ser ainda mais complicado, e a presença e apoio das pessoas amadas e de qualquer um que sentir em seu coração a necessidade de fazer o bem é muito mais que bem-vinda.

Um exemplo de solidariedade meio de um garoto de apenas nove anos. O pequeno Lorenzo doou as mechas de cabelo para a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Joinville (SC), que confecciona perucas e entrega a pessoas em tratamento contra a doença.

Seu objetivo era doar suas mechas para um amigo que estava começando uma batalha contra um câncer no cérebro. Ao todo, foram quase dois anos deixando o cabelo crescer até que os fios atingissem o comprimento necessário para doação.

Lorenzo ao fazer a doação das as mechas de cabelo para a Rede Feminina de Combate ao Câncer de Joinville.

De acordo com a mãe, d. Viviane, não foram poucos os desafios que o menino enfrentou ao longo desse tempo: primeiro, vieram as mudanças na rotina, que incluíam sempre desfazer os nós e secar o cabelo após o banho; depois, os comentários maldosos e as chateações.

“Tanto eu como meu marido fomos a favor da decisão dele, mas sempre deixamos claro que não precisaria continuar com a ideia se isso estivesse o incomodando", afirmou ela.

DOAÇÃO - Na semana passada, após um ano e 10 meses, a jornada chegou ao fim: depois de cortar o cabelo, Lorenzo levou as mechas de cabelo até a e Feminina de Combate ao Câncer de Joinville (SC), onde vive com a família.

A instituição confecciona perucas e entrega a pessoas em tratamento contra a doença nos hospitais da cidade. Agora, já sem o cabelão, Lorenzo admite que gostou de retomar o antigo visual: “É muuuuuito melhor o cabelo curto, mas vou deixar crescer de novo para doar mais uma vez!”. Com informações do G-1

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn