Facebook Twitter YouTube
A agilidade do jornalismo online.
Visão Notícias - Informações de Marília e região
Visão Notícias - Informações de Marília e região

Informações de Marília e região

- Marília/SP

Postado em 24/01/2017 às 16:49

Operação da Polícia Federal fecha o jornal Diário

  • Equipes da Polícia Federal na sede do jornal Diário, no centro da cidade.

A Polícia Federal divulgou há pouco uma nota noficial confirmando mais detalges sobre a operação realizada há pouco e que determinou o fechamento do Jornal Diário de Marília, localizado no centro da cidade. Equipes da PF estão neste momento na empresa fazeando a notificação sobre a medida.

Estão sendo cumpridos mandados de busca e apreensão, prisão preventiva e também "suspensão integral das atividades de grupo econômico de comunicação com atuação considerada irregular". A PF não divulgou o nome da pessoa que teve a prisão preventiva decretada e o que foi apreendido no jornal. O site do Diário já está fora do ar.

Há pouco mais de cinco meses as duas rádios do grupo CMN (Central Marília Notícias) já haviam sido lacradas por determinação da ANATEL, durante a Operação Miragem, que combate crimes como falsidade ideológica, uso de documentos falsos, sonegação fiscal, atividade de telecomunicação clandestina e evasão de divisas.

Veja a nota divulgada pela PF:

Na data de hoje, a DELEGACIA DE POLÍCIA FEDERAL EM MARÍLIA, em ação conjunta com o NÚCLEO DE COMBATE À CORRUPÇÃO DA PRR DA 3ª Região, deflagrou a 2ª fase da Operação Miragem, denominada “O 5º Mandamento”, e, em cumprimento a ordens do Tribunal Regional da 3ª Região, neste momento está procedendo o cumprimento a 02 MANDADOS DE BUSCA E APREENSÃO, 01 MANDADO DE PRISÃO PREVENTIVA e dando efetividade à ordem para suspensão integral das atividades de grupo econômico de comunicação com atuação considerada irregular, sediado em Marília (SP).
 
Nesta fase os envolvidos estarão sendo investigados, a princípio, pelos crimes de coação no curso do processo (art. 344 do Código Penal – Pena: reclusão, de um a quatro anos, e multa, além da pena correspondente à violência), fraude processual (art. 347, parágrafo único, do Código Penal  - Pena: detenção, de 06 meses a 04 anos, e multa), e embaraço à investigação de organização criminosa (art. 2º da lei 12.850/13 – Pena: reclusão, de 3 (três) a 8 (oito) anos, e multa, sem prejuízo das penas correspondentes às demais infrações penais praticadas).
 
A exemplo das investigações originais que culminaram na 1ª fase da Operação Miragem, os autos encontram-se em SEGREDO DE JUSTIÇA, sendo que demais informações somente poderão ser obtidas junto ao TRF da 3ª Região.

CMN CONDENA OPERAÇÃO DA PF:

Há pouco, a direção do grupo CMN - Central Marília Notícias - divulgou uma nota oficial condenando a operação realizada hoje pela Polícia Federal no jornal Diário "ação de hoje arbitrária, violenta e desnecessária"). Afirma que não há nada de irregular na empresa e que o departamento jurídico já está "tomando as providèncias cabïveis para restabelecer suas atividades".

Veja a nota:

1- Não há nenhuma irregularidade na empresa   

2- Considera a ação de hoje arbitrária, violenta e desnecessária.                     

3- Fatos e açōes com fundo eminentimente polïtico.                        

4- A empresa respeita e cumpre as dterminaçöes judiciais, mas através de seu departamento jurîdico já está tomando as providèncias cabïveis para restabelecer suas atividades.

Veja também:

Justiça revoga prisão de acusados na operação da Polícia Federal em Marília

 

 

 

© Copyright 2017. É proibida a reprodução do conteúdo dessa página em qualquer meio de comunicação, eletrônico ou impresso sem autorização escrita do visaonoticias.com
Desenvolvido por StrikeOn