Visão Notícias
Postado em 22/10/2019 às 18:00
Prefeitura finaliza feiras ambientais do projeto social da ETE nas Emefs

No próximo dia 30 de novembro haverá uma grande Feira Ambiental Municipal, no ginásio da avenida Santo Antônio

A Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, com apoio da Secretaria Municipal da Educação, finalizou no último final de semana a Feira Ambiental do Projeto Social da ETE (Estação de Tratamento de Esgoto).

As feiras tiveram início no dia 13 de setembro e foram realizadas nas 19 Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental), envolvendo inicialmente os alunos dos quartos anos das unidades escolares, mas diante da importância do tema, praticamente todos os alunos e a comunidade escolar acabaram fazendo parte dos eventos.

Com o encerramento dos eventos, a Prefeitura vai promover uma Feira Ambiental Municipal, que movimentará todas as comunidades escolares da rede municipal, no próximo dia 30 de novembro, no ginásio do CMEEC (Centro Municipal Educacional Esportivo e Cultural) Profª. Neusa Maria Bueno Ruiz Galetti, na avenida Santo Antônio.

Atividades

Na sexta-feira, a feira aconteceu na Emef Paulo Freire, na zona sul, onde os alunos confeccionaram maquetes, terrários e cartazes, além do plantio de mudas no Parque do Povo e arrecadação de garrafas PET e de lacres.

Já no sábado, o evento foi realizado na Emef Geralda César Vilardi, na zona oeste, que desenvolveu o tema sustentabilidade. A ideia foi despertar a consciência para o tema e esclarecer conceitos como, por exemplo, a diferença entre reciclar e reutilizar.

Na tarde de sábado, a feira foi na Emef Chico Xavier, também na zona oeste, que destacou os seguintes aspectos: consumo excessivo de água, papel e alimentos: conscientizando sobre o desperdício e os impactos no meio ambiente; para onde vai o que jogamos na pia de nossa casa? 

Importância do projeto

Mônica de Vasconcelos, responsável técnica junto à Caixa e coordenadora do Trabalho Social do Esgoto, destacou o encerramento dos eventos.

"Só temos a agradecer o empenho dos diretores, coordenadores, professores, crianças, pais e responsáveis. Todos abraçaram o projeto e pelos relatos ouvidos por parte de professores e coordenadores, o conhecimento pela prática já está frutificando e repercutindo não só na escola, mas também nas casas de nossos pequenos ambientalistas”, afirmou.

 A secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Wania Lombardi, elogiou o desenvolvimento do trabalho e agradeceu à parceria do secretário de Educação, Prof. Helter Rogério Bochi, e às supervisoras Rita, Dani e Ana Cláudia pelo empenho e disponibilidade e espera realizar muitos outros projetos em conjunto com a equipe.

Compartilhe |
Desenvolvido por StrikeOn.
© 2015 - Visão Notícias. Todos os Direitos Reservados.